domingo, 27 de abril de 2008

O amor é lindo!!!






Bem-vindo a Puta que Pariu

Dá para ir de ônibus
.

Fica na cidade de Bela Vista de Minas.... Perto de Joao Monlevade..MG!!!

Bela Vista, uma cidadezinha cercada de mato no interior de Minas Gerais, claro no Brasil, e uma grande surpresa. Um dos bairros tem o nome de Puta que Pariu ...!

Acredite se quiser!

O município de Bela Vista de Minas foi criado pela Lei nº 2764, de 30 de dezembro de 1962, desmembrando do município de Nova Era (New Era City), declarando naquele momento, às margens do Corrego do Onça a Independência de Bela Vista de Minas.

A cidade é divida em 7 bairros, Bela Vista de Cima, Lages, Serrinha, Córrego Fundo, Favela, Puta que pariu que lugar é esse?, e Boca das Cobras (A Europa de Bela Vista).

Começou a baixaria na fauna

Foi só correr um boato que a Playboy tem um projeto de lançar uma revista do mundo animal, que as biscateiras já começaram a exibir suas fotos em poses sensuais no Orkut.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Buggy Magnata será relançado no evento, com mecânica Volkswagen e chassi fiberglass


Para ver matéria completa, clique AQUI

Autop 2008


Em sua 13ª edição, a Feira Nacional de Autopeças e Veículos do Ceará, a Autop 2008 - chega hoje bastante renovada e com novos números positivosSegundo a organização, em relação à anterior, o evento cresceu 30 % na participação de expositores, chegando a ocupar todos os espaços do Centro de Convenções Edson Queiroz.

Para ver matéria completa, clique AQUI

sábado, 12 de abril de 2008

Temporada de doenças no Ceará

Clique na imagem para ampliar
Quadra invernosa deste ano traz o aumento das doenças e atinge, sobretudo, a população cearense mais pobre.

No Ceará, as águas de fevereiro, março, abril e maio sempre trazem alegrias para o sertanejo e tornam o solo menos árido. Mas, historicamente, agravam o já caótico quadro de saúde do cearense, sobretudo da população em piores condições socioeconômicas e sem saneamento básico.

Este ano, mais do que nunca, a quadra invernosa intensificou o registro de doenças endêmicas, contribuiu para o quadro de epidemia da dengue hemorrágica e até registrou o retorno da melioidose, cuja letalidade chega a 85,7%.

Ainda nesta enxurrada, vieram a superlotação de postos de saúde e hospitais e o sofrimento de crianças e idosos, os mais vulneráveis às diarréias e às infecções respiratórias. Em Fortaleza, especialmente, as unidades de saúde públicas estão com a capacidade de atendimento extrapolada. A valer a tese de que o pico das doenças na estação chuvosa é registrado em abril e maio, a população da cidade ainda poderá passar por mais aflição.

Recrudescer.

“Está todo mundo trabalhando com muito esforço”, diz o infectologista e diretor de Hospital São José, Anastácio Queiroz. “A situação que estamos vivendo não é surpresa”. Cita a dengue como a doença que mais recrudesceu neste período. E por um motivo bem simples: com as chuvas cresce o número de criatórios da larva do Aedes aegypti.

Água parada e limpa em pneus, vasilhames de plástico, vidros e até mesmo em cascas de ovos jogadas em um quintal qualquer oferece risco para o mosquito depositar seus ovos, daí uma larva e, posteriormente, um mosquito adulto. E, óbvio, quanto mais focos mais probabilidade de pessoas acometidas pela doença.

Mas não são apenas os pequenos depósitos de água limpa e parada que preocupam o ex-secretário de Saúde do Estado, Anastácio Queiroz. Isso acontece até mesmo com as caixas de água, onde o mosquito pode entrar por uma fenda. Ou seja, o reservatório nem precisa está destampado, basta está mal vedado.

A erradicação é muito difícil, crê, mas o controle nem tanto. Porém, precisa haver um esforço conjunto das autoridades e da população. “Os moradores devem colaborar com as medidas do poder público”.

Não só no Ceará, mas nos demais Estados da região nordeste se repete, anualmente, o aumento das doenças no período das chuvas.

“O problema é ainda maior porque as pessoas apenas esperam que o governo faça alguma coisa”, opina o infectologista Ivo Castelo Branco, também coordenador do Núcleo de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Para ele, o controle de doenças endêmicas ou hídricas fica ainda mais difícil “porque muitos de nós não entendemos que não devemos ter em nossa casa baratas, ratos e focos de mosquito”. Assim, Ivo Castelo Branco elege a conscientização da população, quanto às medidas preventivas, como item número um para reduzir registro das doenças na quadra invernosa.

No caso da leptospirose, de incidência mais elevada em função das chuvas, o médico lembra que as estatísticas confirmam a existência de sete a oito ratos para cada habitante nas cidades grandes, como Fortaleza. Embora ressalte a gravidade provocada pelo aumento da dengue, o médico lembra que a quadra invernosa intensifica o registro de doenças como hapatite A, diarréia, verminose, gastroenterites e salmonela, tendo como causadores águas e alimentos contaminados.

FIQUE POR DENTRO

Infecções respiratórias trazem sofrimento.

A quadra invernosa aumenta a superlotação em hospitais da Capital e do Interior do Estado. As Infecções respiratórias (IRA), que acontecem o ano todo, recrudescem com a mudança da temperatura, o que traz complicações e sofrimento, sobretudo, para os alérgicos.

Gripe, resfriado, amigdalite, faringite, laringite, traqueíte, sinusite e bronquite são infecções respiratórias que, freqüentemente acometem crianças, adultos e idosos e se não tratados de forma adequada, podem se prolongar por muito tempo e se tornar casos crônicos ou causar complicações mais sérias. Dentre os principais sintomas que os pacientes apresentam estão tosse, febre e dor.

Cerca de 90% das ocorrências de IRA são causadas por vírus e apenas o restante por bactérias. Causas distintas exigem tratamentos específicos e não há vacina para esse mal.
DN

Juliana Goes. A Ju do BBB 8 na VIP


Clique AQUI para ver as fotos.

Gretchen abre o jogo sobre o futuro de sua carreira


Mesmo depois de 30 anos de carreira, Gretchen não perdeu o rebolado. Longe disso! Ela continua a fazer shows pelo país. Mas, 2008 pode ser seu último ano como cantora e dançarina, já que está na disputa pelo cargo de prefeita da cidade onde reside, na ilha de Itamaracá, em Pernambuco. Se for eleita, garante que seu lado cantora sairá de cena. ´Não serei a Gretchen 24 horas´, avisa

Aos 48 anos, Gretchen aproveitou bem a carreira artística. Dona absoluta do título “Rainha do Bumbum”, arrebentou como cantora e dançarina nos anos 80. ´Freak Le Boom Boom´ e ´Conga Conga Conga´ ainda a acompanham nos shows-retrô, em que as famosas curvas são a principal atração.

Até aí nenhuma novidade, a não ser o fato de que, caso se concretize o sonho de ser prefeita de Itamaracá, em Pernambuco, onde mora há dez anos, teremos de dar adeus ao rebolado de Gretchen já nesse ano. “Chegou o momento de entrar na política. Se tudo der certo, a cantora acaba. Não serei a Gretchen 24 horas”, revelou ao Zoeira, durante uma passagem rápida por Fortaleza.

Como tem chances de vencer as eleições, Gretchen antecipa a despedida e deixa para os fãs o DVD 30 Anos de Sucesso, legado previsto para chegar às lojas no dia 29 de maio.

O projeto recria a atmosfera eclética dos anos 80. Misslene, Sidney Magal, Sylvinho Blau-Blau, Reginaldo Rossi, Lady Zu e As Paquitas são alguns dos convidados que sobem ao palco para registrar o possível adeus à carreira da cantora. “Na verdade, a Gretchen sai de cena esse ano, mas será eterna”, reforça, sem falsa modéstia, a “Rainha do Bumbum”.

Parceria famosa

Sempre presente nas casas de show do Ceará, Gretchen diz que tantas visitas ao Estado se devem ao produtor e humorista Luís Antônio, famoso por sua personagem, a ma-ra-vi-lho-sa “Aurineide Camurupim”.

Na sexta-feira passada, Gretchen chegou a Fortaleza não só para se apresentar no fim de semana, mas também para fazer uma plástica que, segundo ela, seria ´na perna´.

A cantora parece ter mudado de idéia. No Programa Ênio Carlos, da TV Diário, domingo, ela falou sobre o assunto e confirmou a plástica. Mas... A questão é que em lugar da perna, disse ter feito a intervenção no rosto. (Será que foi no rosto mesmo?). Mistério à parte, a artista garante: “a agenda está sempre lotada”.

Outro motivo para sua vinda a Fortaleza foi a escolha do repertório do quarto CD de forró, antigo projeto que agora toma forma concreta com a produção e direção do forrozeiro Dorgival Dantas. O disco é uma mistura de pop e regional, mas ainda não tem data prevista para o lançamento.

Polêmica

Em março, no programa “Nada além da verdade”, no qual Silvio Santos submete os artistas à “máquina da verdade”, Gretchen gerou polêmica ao afirmar que jamais se relacionou com o ator Alexandre Frota. Porém, a máquina registrou a afirmação como falsa. Do prêmio máximo de R$ 100 mil, a artista saiu do programa com apenas R$ 15 mil. mentira? Verdade? Outro mistério que fica no ar...

Sobre a homossexualidade da filha Thammy, Gretchen é enfática: “minha filha é hipercorajosa. Temos uma relação maravilhosa”. Questionada sobre quais temas ela não fala mais, de imediato, responde: “não falo mais de filmes pornôs”.

Planos

O futuro de Gretchen tem planos A e B. Se não for eleita prefeita, diz que continuará a fazer shows e a cumprir a agenda artística.

Até lá, os fãs de Fortaleza ainda terão chance de conferir, mais uma performance (pode ser sua última por aqui). Ela própria avisa que, em junho, retorna à cidade para fazer shows no Kukukaia e no Amici’s.
DN

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Cibele Dorsa nua na PLAYBOY


Clique AQUI para ver as fotos!!!
domingo, 27 de abril de 2008 às 6:38:00 AM | 0 comentários  





Postado por Fred Guilhon Marcadores:
Dá para ir de ônibus
.

Fica na cidade de Bela Vista de Minas.... Perto de Joao Monlevade..MG!!!

Bela Vista, uma cidadezinha cercada de mato no interior de Minas Gerais, claro no Brasil, e uma grande surpresa. Um dos bairros tem o nome de Puta que Pariu ...!

Acredite se quiser!

O município de Bela Vista de Minas foi criado pela Lei nº 2764, de 30 de dezembro de 1962, desmembrando do município de Nova Era (New Era City), declarando naquele momento, às margens do Corrego do Onça a Independência de Bela Vista de Minas.

A cidade é divida em 7 bairros, Bela Vista de Cima, Lages, Serrinha, Córrego Fundo, Favela, Puta que pariu que lugar é esse?, e Boca das Cobras (A Europa de Bela Vista).
Postado por Fred Guilhon Marcadores:
Foi só correr um boato que a Playboy tem um projeto de lançar uma revista do mundo animal, que as biscateiras já começaram a exibir suas fotos em poses sensuais no Orkut.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Para ver matéria completa, clique AQUI
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Em sua 13ª edição, a Feira Nacional de Autopeças e Veículos do Ceará, a Autop 2008 - chega hoje bastante renovada e com novos números positivosSegundo a organização, em relação à anterior, o evento cresceu 30 % na participação de expositores, chegando a ocupar todos os espaços do Centro de Convenções Edson Queiroz.

Para ver matéria completa, clique AQUI
Postado por Fred Guilhon Marcadores:
Clique na imagem para ampliar
Quadra invernosa deste ano traz o aumento das doenças e atinge, sobretudo, a população cearense mais pobre.

No Ceará, as águas de fevereiro, março, abril e maio sempre trazem alegrias para o sertanejo e tornam o solo menos árido. Mas, historicamente, agravam o já caótico quadro de saúde do cearense, sobretudo da população em piores condições socioeconômicas e sem saneamento básico.

Este ano, mais do que nunca, a quadra invernosa intensificou o registro de doenças endêmicas, contribuiu para o quadro de epidemia da dengue hemorrágica e até registrou o retorno da melioidose, cuja letalidade chega a 85,7%.

Ainda nesta enxurrada, vieram a superlotação de postos de saúde e hospitais e o sofrimento de crianças e idosos, os mais vulneráveis às diarréias e às infecções respiratórias. Em Fortaleza, especialmente, as unidades de saúde públicas estão com a capacidade de atendimento extrapolada. A valer a tese de que o pico das doenças na estação chuvosa é registrado em abril e maio, a população da cidade ainda poderá passar por mais aflição.

Recrudescer.

“Está todo mundo trabalhando com muito esforço”, diz o infectologista e diretor de Hospital São José, Anastácio Queiroz. “A situação que estamos vivendo não é surpresa”. Cita a dengue como a doença que mais recrudesceu neste período. E por um motivo bem simples: com as chuvas cresce o número de criatórios da larva do Aedes aegypti.

Água parada e limpa em pneus, vasilhames de plástico, vidros e até mesmo em cascas de ovos jogadas em um quintal qualquer oferece risco para o mosquito depositar seus ovos, daí uma larva e, posteriormente, um mosquito adulto. E, óbvio, quanto mais focos mais probabilidade de pessoas acometidas pela doença.

Mas não são apenas os pequenos depósitos de água limpa e parada que preocupam o ex-secretário de Saúde do Estado, Anastácio Queiroz. Isso acontece até mesmo com as caixas de água, onde o mosquito pode entrar por uma fenda. Ou seja, o reservatório nem precisa está destampado, basta está mal vedado.

A erradicação é muito difícil, crê, mas o controle nem tanto. Porém, precisa haver um esforço conjunto das autoridades e da população. “Os moradores devem colaborar com as medidas do poder público”.

Não só no Ceará, mas nos demais Estados da região nordeste se repete, anualmente, o aumento das doenças no período das chuvas.

“O problema é ainda maior porque as pessoas apenas esperam que o governo faça alguma coisa”, opina o infectologista Ivo Castelo Branco, também coordenador do Núcleo de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Para ele, o controle de doenças endêmicas ou hídricas fica ainda mais difícil “porque muitos de nós não entendemos que não devemos ter em nossa casa baratas, ratos e focos de mosquito”. Assim, Ivo Castelo Branco elege a conscientização da população, quanto às medidas preventivas, como item número um para reduzir registro das doenças na quadra invernosa.

No caso da leptospirose, de incidência mais elevada em função das chuvas, o médico lembra que as estatísticas confirmam a existência de sete a oito ratos para cada habitante nas cidades grandes, como Fortaleza. Embora ressalte a gravidade provocada pelo aumento da dengue, o médico lembra que a quadra invernosa intensifica o registro de doenças como hapatite A, diarréia, verminose, gastroenterites e salmonela, tendo como causadores águas e alimentos contaminados.

FIQUE POR DENTRO

Infecções respiratórias trazem sofrimento.

A quadra invernosa aumenta a superlotação em hospitais da Capital e do Interior do Estado. As Infecções respiratórias (IRA), que acontecem o ano todo, recrudescem com a mudança da temperatura, o que traz complicações e sofrimento, sobretudo, para os alérgicos.

Gripe, resfriado, amigdalite, faringite, laringite, traqueíte, sinusite e bronquite são infecções respiratórias que, freqüentemente acometem crianças, adultos e idosos e se não tratados de forma adequada, podem se prolongar por muito tempo e se tornar casos crônicos ou causar complicações mais sérias. Dentre os principais sintomas que os pacientes apresentam estão tosse, febre e dor.

Cerca de 90% das ocorrências de IRA são causadas por vírus e apenas o restante por bactérias. Causas distintas exigem tratamentos específicos e não há vacina para esse mal.
DN
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Clique AQUI para ver as fotos.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Mesmo depois de 30 anos de carreira, Gretchen não perdeu o rebolado. Longe disso! Ela continua a fazer shows pelo país. Mas, 2008 pode ser seu último ano como cantora e dançarina, já que está na disputa pelo cargo de prefeita da cidade onde reside, na ilha de Itamaracá, em Pernambuco. Se for eleita, garante que seu lado cantora sairá de cena. ´Não serei a Gretchen 24 horas´, avisa

Aos 48 anos, Gretchen aproveitou bem a carreira artística. Dona absoluta do título “Rainha do Bumbum”, arrebentou como cantora e dançarina nos anos 80. ´Freak Le Boom Boom´ e ´Conga Conga Conga´ ainda a acompanham nos shows-retrô, em que as famosas curvas são a principal atração.

Até aí nenhuma novidade, a não ser o fato de que, caso se concretize o sonho de ser prefeita de Itamaracá, em Pernambuco, onde mora há dez anos, teremos de dar adeus ao rebolado de Gretchen já nesse ano. “Chegou o momento de entrar na política. Se tudo der certo, a cantora acaba. Não serei a Gretchen 24 horas”, revelou ao Zoeira, durante uma passagem rápida por Fortaleza.

Como tem chances de vencer as eleições, Gretchen antecipa a despedida e deixa para os fãs o DVD 30 Anos de Sucesso, legado previsto para chegar às lojas no dia 29 de maio.

O projeto recria a atmosfera eclética dos anos 80. Misslene, Sidney Magal, Sylvinho Blau-Blau, Reginaldo Rossi, Lady Zu e As Paquitas são alguns dos convidados que sobem ao palco para registrar o possível adeus à carreira da cantora. “Na verdade, a Gretchen sai de cena esse ano, mas será eterna”, reforça, sem falsa modéstia, a “Rainha do Bumbum”.

Parceria famosa

Sempre presente nas casas de show do Ceará, Gretchen diz que tantas visitas ao Estado se devem ao produtor e humorista Luís Antônio, famoso por sua personagem, a ma-ra-vi-lho-sa “Aurineide Camurupim”.

Na sexta-feira passada, Gretchen chegou a Fortaleza não só para se apresentar no fim de semana, mas também para fazer uma plástica que, segundo ela, seria ´na perna´.

A cantora parece ter mudado de idéia. No Programa Ênio Carlos, da TV Diário, domingo, ela falou sobre o assunto e confirmou a plástica. Mas... A questão é que em lugar da perna, disse ter feito a intervenção no rosto. (Será que foi no rosto mesmo?). Mistério à parte, a artista garante: “a agenda está sempre lotada”.

Outro motivo para sua vinda a Fortaleza foi a escolha do repertório do quarto CD de forró, antigo projeto que agora toma forma concreta com a produção e direção do forrozeiro Dorgival Dantas. O disco é uma mistura de pop e regional, mas ainda não tem data prevista para o lançamento.

Polêmica

Em março, no programa “Nada além da verdade”, no qual Silvio Santos submete os artistas à “máquina da verdade”, Gretchen gerou polêmica ao afirmar que jamais se relacionou com o ator Alexandre Frota. Porém, a máquina registrou a afirmação como falsa. Do prêmio máximo de R$ 100 mil, a artista saiu do programa com apenas R$ 15 mil. mentira? Verdade? Outro mistério que fica no ar...

Sobre a homossexualidade da filha Thammy, Gretchen é enfática: “minha filha é hipercorajosa. Temos uma relação maravilhosa”. Questionada sobre quais temas ela não fala mais, de imediato, responde: “não falo mais de filmes pornôs”.

Planos

O futuro de Gretchen tem planos A e B. Se não for eleita prefeita, diz que continuará a fazer shows e a cumprir a agenda artística.

Até lá, os fãs de Fortaleza ainda terão chance de conferir, mais uma performance (pode ser sua última por aqui). Ela própria avisa que, em junho, retorna à cidade para fazer shows no Kukukaia e no Amici’s.
DN
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,
sexta-feira, 11 de abril de 2008 às 8:36:00 PM | 0 comentários  

Clique AQUI para ver as fotos!!!
Postado por Fred Guilhon Marcadores: