quinta-feira, 27 de março de 2008

Shopping de SP expõe réplica do Mach 5



O Shopping SP Market, em São Paulo, em parceria com a Warner Bros. Picture, expõe nos dias 29 e 30 de março uma réplica do Mach 5, o carro pilotado por Speed Racer no filme de mesmo nome previsto para estrear nos cinemas brasileiros no dia 9 de maio.

Baseado na série de anime criada nos anos 60 por Tatsuo Yoshida, a trama mostra a história do um jovem piloto, filho de um projetista de carros de corrida. A bordo da possante máquina, ele se torna um dos melhores pilotos de provas do mundo.

Com mais de 5m de comprimento, quase 2m de largura e 1,12m de altura, o protótipo de 250 kg chegou desmontado ao Brasil, onde ganhou rodas, pneus, retrovisores, barbatanas e volante.

Carros em miniatura



No mesmo final de semana, o shopping recebe o “11º Encontro Ri Happy de Colecionadores Hot Wheels”, que contará com mais de 15 mil veículos em miniatura de 25 diferentes expositores.

Organizada pelo Clube Paulista de Colecionadores de Veículos em Miniatura, esta edição contará ainda com concurso de melhor exposição, campeonato de customização e corrida de miniaturas. Haverá também venda dos produtos expostos e gincanas com os participantes.

Os dois eventos acontecem na Praça de Interligação do shopping das 10h às 22h. A entrada é franca.

Carro atropela vaca na Avenida Brasil

Susto na Avenida Brasil na noite de quarta-feira (26).

Um motorista que trafegava na via, no trecho próximo a Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, se surpreendeu como uma vaca que estava solta na pista.

Ele não teve tempo desviar e acabou atropelando o animal.

O carro ficou bastante danificado com o acidente.

O motorista, identificado como Ângelo Márcio, ficou levemente ferido e foi atendido no local por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O animal morreu no acidente.

O Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) informou que a Delegacia de Campo Grande (35ª DP) vai investigar o caso para identificar o dono da vaca.


Globo

Lázaro Ramos e Taís Araújo. Fim anunciado


Agora é oficial. O casamento de 2 anos e 4 meses de Lázaro Ramos e Taís Araújo chegou ao fim. O ator já deixou o apartamento onde o casal vivia na última semana e passou o feriado com a família, na Bahia.

Em setembro do ano passado começaram a circular rumores de que a união não ia bem. Muito se especulou sobre o término do relacionamento, depois que o intérprete de Evilásio, em ´Duas caras´, passou a ser visto saindo à noite na companhia só de amigos.

O boato se tornou mais forte recentemente, quando a atriz foi sozinha ao casamento de Fernando Torquatto e Marina Morena, no Museu de Arte Moderna, no Rio. Sem querer fazer alarde sobre o rompimento, Taís decidiu usar a aliança durante o evento, justamente para não levantar suspeitas.

Mas agora não teve jeito. Tanto que ela, também apresentadora, autorizou que sua assessoria de imprensa confirmasse o rompimento. ´Eles não querem se pronunciar. Não falaram quando se casaram e não querem falar agora, mas continuam amigos´, revela o comunicado.

Alguns amigos do casal apostam em uma possível volta, já que ambos confidenciaram que mantém laços de amizade e que não houve briga.

Mercedes, mãe da atriz, confirmou que a separação foi consensual . ´Foi uma decisão dos dois, e não houve atritos. Eles conversaram e viram que não estava mais dando certo´.

quarta-feira, 26 de março de 2008

DENGUE. Saiba quais medicamentos evitar em casos de suspeita de dengue


Em épocas de epidemia de dengue, como a que ocorre no Rio de Janeiro, o governo orienta as pessoas a evitarem medicamentos a base de ácido acetil salicílico ou que contém a substância associada.

Também devem ser evitados remédios com salicilamida associada.

Para saber o que tomar é preciso olhar a composição na bula do medicamento.

O site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também oferece um sistema de busca onde se pode procurar todos os medicamentos que contém as substâncias:
clique aqui.

Veja uma lista compilada com os resultados da busca:

AAS
AAS Protect
Acecílico
Acectil
Aceticil
Acetildor
Acetilessin
Acidalic
Ácido acetil salicílico
Anacetil
Anacin
Anacold
Analgermon
Analgesin
Antifebrin
Antitermin
Asetisin
AS-Med
Aspirina
Aspirina C Efervescente
Aspirina Impact
Aspirina Prevent
Aspissen
Assedatil
Assetil
Bayaspirina
Benegrip
Bufferin
Bufferin Cardio
Caas
Cafiaspirina
Cafiaspirina
Calmador
Cardio AAS Entérico
Cardioaas
Cheracap S
Cibalena A
Cimaas
Cordiox
Coristina D
Dausmed
Doloxene - A
Doribel
Doril
Doril C
Dormec
Drenogrip
Ecasil-81
Engov
Enjoy
Excedrin-E
Florialgin
Funds ácido acetil salicílico
Funed ácido acetil salicílico
Furp - ácido acetil salicílico
Griperal
Gripin C
Iquego ácido acetil salicílico
Ivb - ácido acetil salicílico
Lafepe - ácido acetil salicílico
Lafergs - ácido acetil salicílico
Lepemc AAS 100mg
Lepemc AAS 500
Lfm - ácido acetil salicílico
Melhoral C
Melhoral Infantil
Mialgin
Migrane
Nuplam - ácido acetil salicílico
Orosprevent
Prevencor
Prevencor Pril
Resfriol S
Resprax
Salicetil
Salipirin
Salisvit C
Salitil
Sifaas
Sinutab
Somalgin
Somalgin Cardio
Sonrisal
Superhist
Thrombo Ass
Tri - Bufered Aspirin
Vasclin
Vita Grip

Em casos de suspeita de dengue é preciso procurar o atendimento médico.

Autop 2008


Falta menos de um mês para a Autop 2008. Antecipamos tudo o que acontecerá no evento deste ano.

Nunca se vendeu tanto carro no País. A produção de veículos novos chegou a quase três milhões, em 2007, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). De carona, o segmento de autopeças também alavancou e comemora os números positivos.

Essa realidade poderá ser comprovada na maior feira de negócios do Norte e Nordeste, no segmento de autopeças e serviços, e a segunda maior do Brasil, a Autop 2008, na sua 13ª edição.

Nesta edição, de acordo com o presidente do Sincopeças/Assopeças, Ranieri Leitão, há oito anos no cargo, o principal objetivo será a realização de negócios e a promoção de uma melhor qualificação profissional através de cursos e palestras. “Vai ser a Feira do relacionamento, da qualificação, da tecnologia e de negócios”.

Em se tratando de números, a Autop terá cerca de 200 empresas, 172 estandes, 360 marcas expositoras, tais como as baterias Heliar, Bosch, Durametal, entre outras, nos quatros dias de evento.

Ranieri declara que a expectativa de negócios para este ano deverá girar em torno de R$ 15 milhões, R$ 4 milhões a mais que a anterior, em 2006. Ranieri salienta que a Autop representa uma série de oportunidades para o setor e que este ano irão priorizar uma interação maior entre expositores e visitantes.

A expectativa de público no geral, entre visitantes e expositores, segundo a organização, será de 45 mil pessoas, que deverão passar pelo Centro de Convenções Edson Queiroz. “Um ponto novo é que não será vendida bebida alcóolica na Feira”, garante o dirigente.

O público alvo será formado por empresários do setor de autopeças e veículos, proprietários e mecânicos de oficinas e estudantes das áreas de engenharia mecânica e elétrica. “O público poderá ver as últimas novidades do setor de autopeças, mecânica automotiva, refrigeração, ou seja, todo esse universo que gira em torno do automóvel”, frisa.

Segundo ele, pela sua experiência, ao visitar a Autop, as pessoas procuram mais as novidades do mercado e a procura pela qualificação. “A velocidade da tecnologia dos automóveis está sendo tão grande que o profissional da mecânica não está tendo condições de acompanhar. Essa é uma oportunidade para eles verem e tirarem dúvidas sobre o que há de mais novo”, pondera.

Para esta edição, ele avisa que prepararam um novo formato, como uma programação que mistura cultura, lazer e uma ação que visa a responsabilidade social.

Dentre elas, no último dia, 27 de abril, destaca-se a “Caminhada Autop Pela Paz no Trânsito”, que acontecerá na Avenida Beira Mar, pela manhã. Na noite anterior, dia 26, será ofertado um show de forró para todos com o nome de batismo “Forró Top”.

Haverá também “Pit Stop”, que oferecerá manutenção gratuita para os veículos. A iniciativa tem como objetivo a mobilização da população em torno de questões relativas à segurança e paz no trânsito.


Durante a programação ainda estão previstas palestras, rodadas de negócios, reuniões e oficinas e cursos oferecidos pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

A Autop 2008 ainda contará com a presença do Banco do Nordeste, do BNDES e do Sebrae, que estarão oferecendo orientação aos participantes interessados. Nos dias atuais, no segmento de peças, o presidente avalia que este setor é bom e não tem nada a reclamar. “Porém é um setor muito concorrido, onde as margens de lucro têm se achatado muito e isso tem criado muitas dificuldades para algumas empresas”.

Ranieri avisa que a Feira será gratuita, porém, a entrada será através de convites. Segundo Ranieri, eles poderam ser adquiridos via Internet pelo site
www.autopceara.com.br, “onde qualquer pessoa pode fazer o credenciamento”, finaliza o dirigente.

Mais informações: Autop 2008, dia 23, 24, 25 e 26 de abril, no Centro de Convenções Edson Queiroz.
www.autopceara.com.br
DN

Motos Made In Ceará. Sonho da fábrica própria





A marca de motos “União da Estrela”, mais conhecida pela sigla US1, existe há quatro anos em Fortaleza e neste ano pretende alçar vôos mais altos com o nascimento de sua fábrica. Segundo o presidente da marca, Ricardo Melo, ainda neste ano tem recebido propostas de incentivos fiscais por parte de alguns prefeitos do interior do Ceará.

“Estamos analisando três cidades. Mas isso é um segredo até eu decidir onde nós vamos instalar a montadora. Uma coisa é certa: a fábrica ficará no Ceará”, garante. A previsão é que o projeto se concretize no último semestre de 2008. O investimento será praticamente de R$ 4 milhões.

As motos da US1 são feitas com kits de peças importadas da China e pré-montadas neste país. “Na China, no outro lado do mundo, nós temos dois técnicos que vistoriam toda a montagem das motos, adaptando-as para a realidade brasileira”, conta.

Ele declara que com a concretização da fábrica no Ceará, as motos deverão ser montadas aqui, ofertando mais empregos aos moradores da região e tornando-as mais baratas para o consumidor final.

Depois da fábrica consumada, a produção inicial, de acordo com as suas estimativas, será de três mil motocicletas por ano. A montadora deverá ter cerca de 70 a 80 funcionários.

Sobre uma possível escassez das peças de reposição, o presidente avisa que vão trabalhar firme para que isso não aconteça. “Umas das prioridades do nosso projeto é que a maioria das peças seja compatível com o número de motos que forem produzidas”.

No plano estratégico, Ricardo Melo declara que inicialmente querem consolidar a região Nordeste para depois partir para região Norte. “Queremos comercializar da Bahia até o Amazonas”, diz.

A linha atual da US1 compreende ao todo sete motos. Os motores vão de 50 a 250 cilindradas. A mais barata é a “OI”, de R$ 3.290, enquanto a mais cara é a Crossover, de R$ 7.800. O carro-chefe da marca, isto é, a mais vendida para o consumidor é a City, de R$ 4.330, de acordo com o gerente comercial Roberto Ribas.

O público que a marca pretende atingir e tornar mais fiel a marca é o B, C e D. Dessa linha, seus principais consumidores são os últimos. “Nosso foco é mais voltado para aquelas pessoas que utilizam a moto para trabalho”, diz.

As motos já estão sendo vendidas e podem também ser adquiridas por meio de financiamento, através das redes Panamericano e BV. Em termos de parcelas, “elas podem ser divididas em até 78 vezes”, ressalta o presidente.

Hoje, afirma Ricardo, os pontos de venda estão em Natal, Maranhão, Tocantins, Pará e, naturalmente, em Fortaleza. “A intenção ainda esse ano é abrir outros pontos de apoio da marca”. Atualmente, a US1 vende, em média, 200 motos por mês. Depois de concretizada a futura fábrica, o gerente comercial afirma que no primeiro ano, a vendas deverão aumentar para 600 mensais.

Fique por Dentro

Depois das japonesas a invasão das chinesas

A segunda onda da invasão dos olhos puxados no segmento das duas rodas é a chegada de uma avalanche de motos com DNA chinês. Primeiro foram as japonesas, com a Honda, Yamaha e a Suzuki. As chinesas não têm ainda nem 2% do mercado, mas basta pesquisar e verificar que já existem mais de dez marcas chinesas com motos sendo vendidas por aqui.

Pelo menos outras quatro têm projetos aprovados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). A Fei Ying Motor (FYM) também planeja produzir no Brasil. A MVK, mais forte na Argentina que aqui, terá fábrica lá.

A Dafra foi inaugurada no início do ano. A Traxx já tem fábrica em Manaus. A Garini tem concessionária no Ceará há dois anos. Estilo e grafismo das chinesas nem sempre agradam.

Contudo, elas são completas. Partida elétrica, freio dianteiro a disco e marcador de gasolina são itens comuns. Rodas de liga leve também. A maioria das motos tem entre 100 cm³ e 250 cm³ e tem algumas que começam a partir de R$ 3.200,00. Grupos fortes, atraídos pela margem alta de lucros estão investindo. O Grupo Rodobens, um dos maiores do setor no País, com faturamento anual de US$ 1,2 bilhão, está comercializando quatro modelos fabricados na China com sua marca, a Green Motos.

Venda de motos na internet

A partir de agora, é possível comprar uma scooter ou motocicleta sem sair de casa. Em parceria com o Banco Bradesco, a Motor-Z Ind. e Com., torna-se a primeira montadora brasileira de veículos de duas rodas, a oferecer a opção de compra direta, via internet, na sua loja virtual já disponível no www.motor-z.com.br . Com essa novidade, o cliente pode adquirir um dos cinco modelos elétricos ou três modelos movidos a gasolina, e receber o produto em sua residência, em qualquer cidade do país, entregue por um dos 52 revendedores da marca ou diretamente pela Motor-Z.

No ambiente virtual, o pagamento pode ser feito à vista via boleto bancário, gerado eletronicamente. Em breve também será possível pagar com cartão de crédito ou financiamento modalidades operadas pela Rede Shop Fácil do Bradesco.

Após o lançamento do Consórcio Nacional Motor-Z, administrado pela Embracon, também disponível no site, a marca soma uma nova opção aos seus consumidores com o lançamento da loja virtual.

O primeiro passo para a compra de um modelo Motor-Z via internet é escolher o link “loja virtual”, no site www.motor-z.com.br. No ambiente de compras, é possível selecionar um dos cinco modelos elétricos: S500, V500, S800, SS500 e S1000 e três modelos movidos a gasolina; as scooters SCO 50 e SCO 150 e também a motoneta Cub 110. Para cada modelo, o internauta conta com links de acesso às combinações de cores e ficha técnica detalhada. Após a escolha do modelo e a seleção da opção “comprar”, o cliente dá início ao processo de efetivação, com o preenchimento de um cadastro e cálculo automático do valor do frete, que varia de acordo com a região.

50 anos de sonhos



Há exatos 50 anos, o fortalezense se deslumbrava com a inauguração do São Luiz, considerado o mais belo cinema do Brasil.

Na Fortaleza de 1958, provinciana cidade com aproximadamente 500.000 habitantes, o cinema era ainda a maior e mais concorrida diversão. No Centro, predominavam salas imponentes como o Diogo, com seu majestoso balcão e platéia de 1.000 lugares; o Moderno e sua bela fachada de palácio egípcio; e o imenso Majestic-Palace, em forma de teatro elizabetano, à semelhança do Theatro José de Alencar. Todos pertenciam ao grupo exibidor do cearense Luiz Severiano Ribeiro, proprietário da então maior cadeia de cinemas existente no País.



Durante 20 anos, a cidade havia aguardado com grande interesse a inauguração da monumental sala anunciada como a mais moderna e suntuosa do Brasil. A construção do edifício São Luiz foi interrompida durante a Segunda Guerra Mundial, em parte pelas dificuldades da compra de material importado para o cinema, que utilizou mármore de Carrara e lustres tchecos em sua monumental sala de espera.



Os trabalhos só foram reiniciados em 1952, motivando, na época, um entusiasmado artigo do jornalista João Jacques Ferreira Lopes, sob o título “O segundo tapume”. A partir daí, decorreram seis anos de intensa expectativa, motivadores, inclusive, do surgimento de lendas urbanas, entre elas a de que o São Luiz jamais seria inaugurado porque uma falha técnica de engenharia estava fazendo o prédio inclinar-se para a frente. Na realidade, foi perfeita a execução do projeto idealizado pelo engenheiro civil e arquiteto cearense Humberto da Justa Menescal, formado pela Escola de Trabalhos Públicos de Paris.

Auge esplendoroso

Após sucessivos adiamentos, o São Luiz abriu suas portas a um sofisticado público, na noite de 26 de março de 1958, com a exibição do filme “Anastácia, a Princesa Esquecida”, de Anatole Litvak, no qual a atriz sueca Ingrid Bergman brilhava na interpretação de uma suposta sobrevivente do massacre perpetrado contra a família do Czar russo, em 1917. Os convites para a inauguração foram acirradamente disputados por importantes personagens da sociedade fortalezense, alguns dos quais chegaram a fazer ameaças no sentido de obter acesso ao grandioso evento.

Durante seu primeiro mês de existência, o São Luiz exibiu um festival com lançamentos diários das mais importantes produções cinematográficos em cartaz na época. Multidões se aglomeravam na Praça do Ferreira, em imensas filas que faziam a volta do quarteirão e chegavam a encontrar-se na paralela Rua Barão do Rio Branco. Não se mediam esforços para assegurar um lugar qualquer na platéia de filmes como “Trapézio”, com Gina Lollobrigida e Burt Lancaster; “O Homem Que Sabia Demais”, clássico de Alfred Hitchcock, mestre do suspense; “O Príncipe Encantado”, com os ícones Marilyn Monroe e Sir Laurence Olivier, e o popular épico “O Manto Sagrado”, várias vezes reexibido em Fortaleza. Três dos maiores sucessos de bilheteria da mostra inaugural foram “Marcelino, Pão e Vinho”, película espanhola com ingênua temática religiosa; “Tarde Demais Para Esquecer”, êxito maior dos atores Deborah Kerr e Cary Grant, e a chanchada brasileira “De Vento em Popa”, na qual o cômico Oscarito, já com 52 anos, dançava o “rock´n´roll” à maneira de um adolescente.

Início do declínio

Com a crescente popularidade da televisão e, sobretudo, após o surgimento de vários centros comerciais e de lazer nos bairros de Fortaleza, a luxuosa sala exibidora da Praça do Ferreira iniciou seu processo de decadência, dando seqüência ao lamentável fechamento e demolição do Cine Moderno e à tragédia cultural representada pelo incêndio que consumiu, para sempre, o belo Majestic-Palace. O primeiro passo indicativo dessa mudança foi a abolição da exigência do uso de paletó, com o objetivo de atingir uma faixa mais popular de espectadores. Também deixaram de ser promovidos os clássicos festivais de aniversário com superproduções inéditas, que tanto sucesso obtinham, todos os anos, no final do mês de março.

Em certa época, o processo de fuga do público se acentuou tanto que o São Luiz passou a programar filmes de “kung fu” e pornochanchadas de terceira categoria, com a frustrada intenção de aumentar o número de espectadores. Isso apenas concorreu para afastar, ainda mais, seus antigos freqüentadores. Em uma única oportunidade, o imponente cinema conseguiu reunir novamente as grandes platéias de sua fase áurea: foi quando da exibição do fenômeno “Titanic”, com Leonardo DiCaprio, que conseguiu lotar os 1.300 lugares durante semanas seguidas. Nem mesmo o Cine-Ceará, agora Festival Íbero-Americano de Cinema, tem conseguido preencher todos os lugares da imensa sala como nos primeiros anos de sua realização.

Projeto elogiável

Construído para funcionar como cinema e teatro, com palco de extensa dimensão, fosso de orquestra e confortáveis camarins, o São Luiz só veio a ser utilizado como sala de espetáculos depois de funcionar como Centro Cultural Sesc-Severiano Ribeiro, após convênio firmado para evitar seu definitivo fechamento. Campanhas promovidas por cinéfilos e pela mídia fortalezense foram decisivas para que a mais tradicional sala cinematográfica da cidade continuasse a existir, não se transformando em cenário de seitas caça-níqueis, ávidas de espaços em locais de grande movimentação urbana.

Resta agora a esperança de que se materialize a intenção da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), no sentido de restituir por completo ao São Luiz sua dignidade e funcionalidade originais, institucionalizando-o, também, como local permanente para apresentações de espetáculos de música, teatro e outras manifestações culturais. Será um resgate apreciável sob todos os aspectos, pelo qual os fortalezenses e a cultura cearense ficarão penhoradamente gratos.

PROGRAMAÇÃO

14h - Audiência Pública ´São Luiz 50 anos: Foco de Resistência do Centro Urbano de Fortaleza´ - Local: Assembléia Legislativa

18h - Lançamento do projeto ´Comerciário, o cinema é seu!´ - Local: Sesc São Luiz

18h30 - Exibição do Documentário de 90 anos do Grupo de Cinemas Severiano Ribeiro - Local: Sesc São Luiz

19h - Lançamento do documentário ´O Luiz de Fortaleza - memórias de um cinema de rua´ - Local: Sesc São Luiz

20h - Exibição do filme ´Anastácia e a princesa esquecida´ - primeiro filme exibido no Cine São Luiz em 1958.


FIQUE POR DENTRO

O idealizador do Cine São Luiz

Luiz Severiano Ribeiro (1885-1974), nasceu em Baturité-Ceará e tornou-se famoso por criar e fazer expandir aquela que é hoje a segunda maior cadeia exibidora do Brasil, no campo cinematográfico. Com o São Luiz, Severiano Ribeiro presentou o Ceará com a mais suntuosa de suas salas exibidoras, hoje a única remanescente dos inúmeros cinemas de rua existentes no Centro de Fortaleza.

terça-feira, 25 de março de 2008

Cadeiras de rodas para cães


Quando Gary Mikus descobriu que uma doença incurável nos nervos estava paralisando as patas traseiras de seu pastor alemão, ele imediatamente descartou a idéia de sacrificar o cãozinho. Depois, descobriu em uma loja uma cadeira de rodas para bichos de estimação, a "Eddie's Wheels". Agora, seu cachorro, de nome Bear, que foi a companhia constante de Mikus por uma década, tem muita vida para viver.

"Ele é saudável em todos os outros aspectos", disse Mikus. "Até que alguma coisa me diga que ele está sofrendo, eu faria todo o possível para deixá-lo móvel e feliz".

Um número cada vez maior de donos de animais de estimação está usando cadeiras de rodas adaptadas para restaurar a mobilidade de amigos peludos cujas patas, quadris ou costas não funcionam mais. O objetivo é simples: recompensar o amor incondicional do bichinho com o que for preciso para que eles tenham uma vida normal.


A maioria dos cães que precisa do apoio usa carrinhos para as patas traseiras, mas cada vez animais precisam de ajuda para as patas dianteiras.

O maltês de sete anos de Donna Blain, Gizmo, se equilibrava e pulava em suas patas da frente deformadas antes de ela o adotar, há um ano. Ela comprou um carrinho depois de descobrir que o animal tinha machucado a coluna e precisava de cirurgia. Agora ele se move por horas nas calçadas, em parques e em qualquer lugar em que queira se divertir.

Os fundadores da idéia, Eddie e Leslie Grinnel, construíram a primeira cadeira de rodas para animais em 1989, quando seu doberman de 10 anos, Buddha, perdeu o uso das patas traseiras por problemas na coluna.

O veterinário, impressionado com a recuperação e a vitalidade de Buddha, passou a encaminhar outros clientes para os Grinnel. Em 1998, eles começaram seu próprio negócio, a "Eddie's Wheel", que envia carrinhos para todo o mundo -- o maior já feito foi para um são bernardo na Grã-Bretanha. Desde então, eles já devolveram a mobilidade não apenas a cachorros, mas a gatos, um furão, cabras, um coelho e gambás. Há até minicadeiras para hamsters.

"O cães não entendem o que está acontecendo, mas eles aceitam rápido: 'oh, é assim que eu sou agora'. Então quando colocamos eles nos carrinhos, eles pensam: 'oh, agora voltei ao normal. Posso ir onde quero", diz Leslie Grinnel.
GLOBO

3 Motivos Para Seu Filho Ser Gay


Todos na rua diziam que o Joãozinho era gay!

Entretanto seu pai não concordava com isso.. e decidiu levá-lo a um psicólogo para desvendar o mistério...

(no consultório) ...

- Doutor, estou com um problema sério!!

- É que todos na rua estão encarnando no meu filho e chamando ele de GAY!!

Mas o garoto não aparenta nenhum traço de viadice!!

- Bem, para esclarecermos essa história, vou fazer 3 perguntas a seu filho para saber se ele é baitola ou não. ok?

- O pai e o garoto concordaram.

1° pergunta: Qual é o número que você mais gosta menino?

O pai pensando consigo mesmo (não fala 24, pelo amor de Deus!...)

O menino responde - 11

2° pergunta: Qual a verdura que você mais gosta?

Novamente o pai suplica consigo mesmo (pelo amor de Deus não me fale Cenoura nem Pimentão!!)

O menino responde - Chuchu

3° pergunta: Qual o animal que você mais gosta?

O pai pensa consigo mesmo (Só falta essa pergunta, não vá me decepcionar falando Veado heeein!!??)

O garoto responde - Jacaré

O pai aliviado e contente com seu filho foi surpreendido pelo doutor que levantando-se de sua mesa já com o resultado da enquete afirma para o pai: SEU FILHO REALMENTE É GAY!!

O pai indignado responde: Mas ele não falou 24, nem pimentão cenoura ou coisa assim e nem falou Veado!!

Então como ele pode ser Gay??!!

Simples:

11 ( UM ATRÁS DO OUTRO...)

CHUCHU ( DÁ O ANO INTEIRO...)

JACARÉ (SE DEFENDE COM O RABO...)

Então seu filho sem duvida alguma é GAY!!

Homem de 81 anos acorda durante o próprio velório


Um idoso de 81 anos acordou no meio de seu próprio velório, para a surpresa de amigos e familiares que choravam sua morte na pequena cidade chilena de Angol.

Os familiares de Felisberto Carrasco pensavam que o homem estava morto porque o corpo dele estava frio e imóvel.

Em vez de chamarem um médico para comprovar a morte, chamaram uma funerária, que o levou vestido com sua melhor roupa para o velório.

"Não podia acreditar. Pensei que estava errado e fechei os olhos. Quando voltei a abri-los, meu tio estava me olhando. Comecei a chorar e corri para buscar alguma coisa para abrir o caixão" relatou Pedro Carrasco ao jornal chileno Últimas Notícias.

Uma vez retirado do caixão, Felisberto disse que não sentia dor alguma e pediu um copo de água.

As rádios da cidade tiveram que retificar o anúncio da morte, que já havia sido divulgada.

Plug para tomada avisa gasto de energia desnecessário


Mesmo desligados, alguns aparelhos puxam energia da tomada.

Um plug que indicasse se há desperdício de energia seria uma boa, não acha?

A "caixa" de tomada da foto faz exatamente isso.

Com LEDs escondidos, ela mostra se há algum dispositivo em "stand by" ou desligado gastando energia a toa mudando de cor.

Quanto mais gasto de energia, mais avermelhada a caixinha fica.

Você pode desligar o aviso luminoso apertando um botão.

Ainda é um protótipo, concorrendo a um concurso de design, mas a idéia é bem interessante.

Computador dentro do teclado


O gadget da foto é mais do que um teclado. É um teclado com todas as funcionalidades de um computador embutidas.

Para começar, um disco rígido de 75 GB de capacidade e um processador é um Intel Core2 Quad de 1 GHz.A memória RAM expansível a 4 GB (dois slots de 2 GB DDR2) de 667 MHz.

Para ser um computador completo só falta mesmo um monitor.

Por que além disso, esse micro "embalado" em teclado, tem Bluetooth, touchpad com dois botões e scroll horizontal e vertical, e quatro portas USB 2.0.

A conexão com a Internet é provida por uma placa Fast Ethernet de 1 Gbps.

Para mais informações, acesse o site do fabricante.

O preço sugerido do computador varia de US$ 700,00 a US$ 1.100 ( R$ 1.190,00 a 1.870,00), variando de acordo com a configuração montada por você.

domingo, 23 de março de 2008

Protótipos ecológicos vão disputar prêmio de US$ 10 milhões




Além dos carrões superpotentes e das novidades das montadoras de todo o mundo, o Salão do Automóvel de Nova York, que abriu as portas ao público na quinta-feira (20), também exibe criações que se preocupam com o meio ambiente.

É o caso do "Ale", um modelo experimental desenvolvido pela Fuelvapor Technologies Inc., que promete elevada eficiência energética.

O protótipo compete ao prêmio "Progressive Automotive X", que dará US$ 10 milhões, o equivalente a R$ 17,3 milhões a quem conseguir criar um "supercarro verde" que seja comercialmente viável e quebre os recordes de eficiência energética.

Toque com agulhas


A ocidentalização da Medicina Tradicional Chinesa trouxe à terapêutica milenar ganhos e perdas que valem ser conhecidos

Os puristas costumam se confrontar com os cientistas mais modernosos, que têm na ponta da língua que o conhecimento deve avançar sempre. Isso para o bem de todos.

A boa causa da Ciência é argumento de peso para os que lidam há algumas décadas com a Medicina Tradicional Chinesa, forte aliada hoje da Medicina convencional do Ocidente. A dedução esbarra em algo evidente: as temidas agulhinhas de acupuntura - a princípio, não tão pequenas e finas como as atuais - certamente nem teriam chance de evoluir das iniciais espinhas de peixe para as flexíveis e super reduzidas de aço inox.

Não é difícil que o embate entre os dois conhecimentos terapêuticos perdure por tempo indefinido. Mesmo porque, os benefícios continuam levando cada vez mais pessoas a buscarem nos recursos da MTC um alívio resolutivo para dores e certos problemas persistentes sem tratamentos eficientes, que têm na acupuntura seu atrativo, apesar do pavor coletivo por agulhas de injeção.

Aliar os dois conhecimentos terapêuticos - ocidentais modernos e orientais tradicionais - para alguns profissionais da área de saúde já não é problema. Ao contrário, muitos vencem preconceitos e comentários críticos dos colegas mais céticos. É o que atesta, por exemplo, a fisioterapeuta e especialista em Medicina Oriental, Vilalba Dourado. Pioneira na cidade em acupuntura, coordena o curso local da Academia Brasileira de Artes e Ciências Orientais (Abaco), uma das quatro especializações existentes no Ceará.

De seu início, em 1978, para cá, muita coisa mudou. Sua larga experiência de 30 anos atuando no setor de queimados do Instituto José Frota, reforçou dentro de sua percepção o valor da visão preventiva da Medicina Oriental.

FIQUE POR DENTRO

Tratamento milenar que merece estudo e cautela

Os registros escritos encontrados sobre China têm cerca de 5 mil anos. Por isso, se acredita que a Medicina Tradicional Chinesa tenha, pelo menos, esse tempo de existência. Nos livros históricos chineses, no entanto, há indicações de que por volta de 8 mil anos este povo já realizava tratamentos com agulhas maiores e mais grossas do que as atuais. Além do que, proibiam a aplicação delas mais profundamente em algumas regiões do corpo (olhos, umbigo, pescoço etc...).

Mesmo se usando agulhas finas e apropriadas, as técnicas chinesas não são de todo inofensivas. Conforme a enfermeira e acupunturista Sheila Bombonato, a literatura médica sobre acupuntura faz indicações de raros acidentes mais recentes com uso das agulhas no Ocidente, que levaram os pacientes ao óbito. Podem parecer insignificantes, mas para ela atesta a importância de o profissional ter uma boa formação e capacitação.

Corrobora as palavras da enfermeira o psiquiatra, homeopata e acupunturista Agamenon Honório. E, mesmo com seu ponto de vista de que somente médicos devem praticar a acupuntura, cita casos de perfuração das meninges (nos pontos da nuca), que desencaderam uma meningite letal e no tórax, que levou o paciente à morte. A acupuntura e demais recursos da MTC é tratamento energético, eficaz nas mãos de profissionais bem preparados.

Amplos recursos
.

A briga entre médicos e não médicos que visa estabelecer legalmente quem deve ou não deter o poder de posse da prática da acupuntura no Brasil é antigo e já se arrasta há bastante tempo.

As alegações de ambos os lados são fundamentadas em alguns dos requisitos essenciais de cada especialidade de saúde. Em essência, os médicos indicam ser um ato cirúrgico (uso de agulhas) que requer um diagnóstico e prescrição de terapêutica que só eles estão aptos científica e legalmente a dar.

Já os demais profissionais da área de saúde (enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, entre outros) que fazem ou fizeram formação e empregam com seus pacientes os recursos da MTC, acreditam que os médicos não são os únicos detentores de tal conhecimento, mesmo porque todos se aprofundaram em anatomia, fisiologia e não somente eles.

Raiz do problema

Essa querela, que ainda pode demorar para ser solucionada no âmbito legal e, para muitos profissionais, refere-se a uma tentativa de reserva de mercado por parte dos médicos, acabou sendo positiva pela variedade de cursos de especialização que vêm surgindo na esfera nacional.

O curso de formação da Associação Brasileira de Acupuntura (Aba), por exemplo, conforme seu coordenador local, o acupunturista Nilson Fernandes, segue a visão da Sociedade Internacional de Acupuntura, que se fundamenta na Escola Européia - já que foi um francês quem recuperou muitas informações da Medicina Tradicional Chinesa, trazendo-as para o Ocidente.

A acupuntura praticada por inúmeros profissionais, salienta Fernandes, não é a tradicional, sendo mais simplificada na relação pontos-sintomas. ´A melhor acupuntura do mundo, hoje, é a de base tradicional, que segue o princípio preventivo da saúde´.

Confirma esse ponto de vista o acupunturista mineiro Flávio Bombonato, formado com grandes mestres orientais e um dos nomes respeitados na cidade no Shiatsu e Medicina Tradicional Chinesa. Ele coordena junto com a esposa, Sheila, enfermeira, mestre em Saúde Pública e acupunturista, o curso de especialização em Terapias Tradicionais Chinesas, com várias turmas concluídas e outra em andamento pela Universidade Estadual do Ceará. A nova turma, com início previsto para este mês, tem a denominação de Formação de Especialista em Acupuntura, com promoção do instituto de ensino do casal, Acus Natus.

´O novo curso é o mesmo da UECE, com outras abordagens complementares, como o shiatsu, a fitoterapia chinesa, a auriculoterapia e a dietética chinesa´, esclarecem os dois.

Ir até a raiz do problema, ou do desequilíbrio, e não se preocupar demais com a manifestação (ou sintoma) segundo Flávio e Sheila Bombonato, está no fundamento da analogia chinesa, que compara o ser a uma árvore. Nutrir bem esta raíz sustenta o ser vivo em seu eixo vital.

´Falamos sempre, na perspectiva chinesa, em termos de padrões sindrômicos, que não são iguais para todo mundo, mas bastante pessoais. Cada indivíduo expressa ou manifesta o desequilíbrio de uma forma bem própria´, atestam.

Somente com o aprendizado, o tempo e a experiência é possível se entender como se proceder no diagnóstico energético, por meio da língua e pulsologia. Apesar de muitos se envolverem e se encantarem com a filosofia da tradição oriental, que segue normalmente a observação da natureza e os eventos, nas estações, o entendimento é bem mais complexo do que se imagina.

Mistificar o sistema

Para o médico psiquiatra Agamenon Honório, a avaliação da língua e do pulso é apenas mais um recurso, não devendo ser exclusivo para o diagnóstico total, pois acaba se mistificando um sistema que deve ser mais científico. Já foram realizadas pesquisas com os próprios mestres chineses, que confirmaram apenas 10% de similaridade nos diagnósticos em um mesmo paciente pelos métodos tradicionais.

A coordenadora do curso da Academia de Artes e Ciências Orientais (Abaco), fisioterapeuta e acupunturista Vilalba Dourado diz que a visão da MTC, deve ser respeitada, sendo distinta da abordagem Ocidental. Aqui se observa o desequilíbrio energético interno, levando em conta as emoções. Conter ou expressar de modo intenso emoções, como a raiva e até a alegria, acarreta distúrbios variados.

ESPECIALIZAÇÕES

Curso de Acupuntura da Associação Brasileira de Acupuntura (Aba). Coordenação Nilson Fernandes. Informações: (85) 4011-0375 e 9444-8868

Curso de Formação de Especialista em Acupuntura do Instituto Acus Natus, coordenado por Flávio e Sheila Bombonato. Informações: (85) 3472-6471 e 3094-4280.

Curso de Especialização da Sociedade Médica Brasileira de Acupuntura. Diretor de Ensino nacional e local: Dr. Agamenon Honório. Informações: (85) 3264-2562 e 9955-9573

Curso da Academia Brasileira de Artes e Ciências Orientais (Abaco). Coordenação Vilalba Dourado. Início em agosto. Informações: (85)3252-4090 ou 8852-4090.
DN

Anorexia nervosa


Denominada nos manuais diagnósticos por anorexia nervosa , a anorexia tem por principal característica o sintoma de recusa alimentar, acarretando sérios problemas de saúde, familiares e sociais, podendo levar à morte. Divulgada em nossos dias como uma doença da moda, sobretudo devido ao fato de os estereótipos sociais concernidos na representação do corpo feminino tomarem a magreza como uma forma a ser cultuada, o corpo anoréxico é o limite mesmo dessa representação. Eis o motivo dessa edição.

O isolamento da anorexia como quadro clínico ocorre, segundo registros da história da psicopatologia, pela primeira vez no século XVII, por Thomas Morton, médico inglês, sob a designação de catexia nervosa. Foi por ele observada, por volta de 1694, em dois adolescentes, respectivamente uma moça e um rapaz, ambos com sinais de emagrecimento exacerbado com grande perda de massa muscular. A moça, então com 18 anos, recusava qualquer alimento e a medicação, acabando por falecer subitamente por falência de seu sistema vital. O rapaz, de 16 anos, apresentava uma grande perda de apetite em função de sua excessiva dedicação aos estudos.

Também célebres são os estudos de Lasègue, em França, que, no século seguinte, adotou o termo Anorexia Histérica para designar o quadro sintomático de uma jovem de 15 anos que, segundo ele, sofria de uma emoção que tentava esconder através de sua recusa progressiva do alimento, chegando a ponto de desenvolver uma perversão mental, cujo traço principal era a manifestação de uma completa indiferença aos apelos dos outros por seu tratamento.

O vínculo entre histeria e anorexia será também observado por Charcot. Em 1885, descreve uma jovem de 13 anos que passa a recusar sistematicamente a ingestão de alimentos sem que isso acarretasse qualquer prejuízo de seu funcionamento gástrico, afastando do quadro um comprometimento orgânico e associando, portanto, a anorexia a um fator mental.

Freud, nos primórdios de seus trabalhos, também relacionou a anorexia à histeria. Uma de suas pacientes manifestou, logo após o seu primeiro parto, uma recusa de comer e, por conseqüência, a impossibilidade de amamentar seu bebê, o que tornou a se repetir com a vinda de seu segundo filho. Isso fez com que Freud
suspeitasse que o sintoma estava associado a um vínculo problemático entre mãe-bebê, que poderia ser equacionado pela equivalência entre comer e amamentar. Posteriormente, ao se deparar com outros casos, passou a associar a anorexia com a melancolia e a estabelecer vínculos marcantes entre a anorexia e a sexualidade feminina.

Nesse período, em que se deu o progressivo isolamento e estudo dessa afecção por esses e outros estudiosos, não era a sua incidência numerosa. É, tão somente, no período do século XIX que se dá um significativo registro de casos, o que atesta o aumento de sua incidência e de sua visibilidade social.

À moda do raciocínio de Pinel, que já à sua época relacionava o sintoma de recusa alimentar, sintoma principal do quadro clínico de anorexia, com a dimensão social e cultural do comer, muitas pesquisas contemporâneas, dentre as quais as citadas por Jaggar e Bordo, em publicação recente, e pelo DSM IV têm se debruçado sobre a influência de fatores sócio-culturais como responsáveis pelo desencadeamento de quadros de anorexia. Nelas, demonstram-se como as exigências sócio-culturais em torno de um ideal de corpo magro - o que tem se intensificado cada vez mais nos últimos anos com a progressiva assimilação discursiva das informações científicas divulgadas pela mídia em geral - , se impõem de maneira imperativa levando os sujeitos a se engajarem em dietas das mais diversas e absurdas, o que estaria associado à sua desestabilização alimentar.

A exigência de magreza sendo, em nossa cultura, sobretudo, dirigida às mulheres é o fato usado como explicativo para um dado que se objetiva de forma cada vez mais evidente, qual seja: o de que a anorexia se manifesta , em uma quase totalidade dos casos, em mulheres. As estatísticas oficiais - segundo Crispo, Figueroa e Guelar - chegam a registrar que 95% das consultas cuja queixa principal é a anorexia são feitas por mulheres.

O grotesco da anorexia assume hoje um lugar semelhante àquele ocupado pelo vínculo entre a histeria e o feminino em fins do século XIX e na primeira metade do século XX. Serge André mostra a necessidade de ultrapassar a associação superficial entre feminino e anorexia e a importância de retomar as contribuições de Sigmund Freud sobre o assunto, reatualizando, com isso, a questão, do que ligaria no inconsciente a anorexia à sexualidade feminina.

Paul-Laurent Assoun, ao assinalar no sujeito anoréxico a existência de uma divisão entre o querer e o desejo, indica a necessidade de indagar se a anorexia não seria, por excelência, uma verdadeira síndrome da feminilidade cuja construção responderia a resposta do tornar-se mulher. O falaz emagrecimento da anoréxica seria uma conseqüência do curto-circuito entre a função nutricional e a sexualidade.

Gerard e Judith Miller também atestam existir um vínculo entre a pulsão oral e a sexualidade feminina na anorexia, o qual produziria um esvaziamento da face funcional da pulsão oral, fazendo com que o sujeito anoréxico não coma, mas deseje.

Retomando a tese de Lacan, segundo a qual a anoréxica come "nada", Schneiderman assevera que ela o faz por faltar-lhe apenas o nada. Com isso apresenta, assim, o indício da associação entre a sexualidade e a morte, o qual fica patente no heroísmo do sacrifício da anoréxica em resistir ao apelo para que coma, o que a conduz quase sempre a um quadro melancólico.

A posição sexual feminina

Dentre essas importantes teses, observa-se a insistência em relacionar o sacrifício do desejo com a posição sexual feminina. Consideramos que esse imperativo é muito semelhante aos apelos culturais feitos às mulheres para que elas a adotarem práticas dietéticas, cuja característica é a de bem demarcar sua rapidez e eficácia em produzir resultados que valeriam o sacrifício. Haveria nessa promessa uma recompensa, enquanto que, na anorexia propriamente dita, poderíamos assim perguntar: o que ganharia, então, a anoréxica em desafiar a vida com a sua recusa alimentar? O que parece querer com o querer comer "nada"?

O a-menos do desejo, sob a forma da fome suportada, mostra haver algo de paradoxal na forma como se inscreve o gozo na anorexia, apontando para uma ética de afirmação do desejo. É nessa via que colocamos a importância de aprofundar como se estabelecem as condições da produção do sintoma de recusa alimentar e de como elas poderiam fazer eco às imposições sociais em torno de modelos corporais ou padrões alimentares restritivos. Perguntamo-nos, pois, o que facilitaria, do ponto de vista do gozo feminino, esse tipo de escolha sintomática e, em contrapartida, o que dificultaria o gozo masculino de dela fazer também uso? A relevânciado conhecimento do nexo entre o suficiente e o estrutural na irrupção da anorexia, como exposição de um gozo paradoxal que desafia a morte, é sem dúvida, essencial para o vislumbre de dados que ajudem a superar as imensas dificuldades no tratamento de casos de anorexia , principalmente se considerarmos, com Crispo, Figueroa e Guelar, que deles de 3% a 10% resultam em morte.
DN

sábado, 22 de março de 2008

Mulher dirige carro roubado há 38 anos


"Eu sei que é difícil, mas devolver o carro é a atitude certa", diz Judy Smongesky, a mulher que dirigiu um Mustang por 38 anos sem saber que o automóvel era roubado.

O Mustang foi comprado pelo pai de Judy em 1970, em uma loja de usados em Bellflower, nos Estados Unidos. O que nenhum dos dois sabia, porém, é que o carro havia sido roubado um mês antes de Eugene Brakke, na cidade de Burbank.

O dono legítimo certamente não esperava reencontrar a "caranga" depois de quase quatro décadas, mas parece ter ficado contrariado com as modificações: motor reformado duas vezes, 480 mil quilômetros a mais no odômetro e uma pintura azul-prata sobre o dourado original de 1965.

Judy diz que só descobriu que o carro era roubado quando tentou vendê-lo. Ela concordou em devolver o Mustang ao dono legítimo: "O carro é dele, mesmo que ele o tenha dirigido por 4 anos e eu, por 38", diz.

O dono original deve assumir a direção em breve. "Eu ainda não chorei, mas quando ele levar o carro vai ser difícil me segurar", adianta a garota.

Chega ao Brasil cafetina brasileira que testemunhou no caso Spitzer


A cafetina brasileira Andreia Schwartz chegou ao Brasil neste sábado (22). Uma das testemunhas do envolvimento do ex-governador de Nova York Eliot Spitzer com uma rede de prostituição, Andreia partiu de Nova York e chegou nesta manhã ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na Grande São Paulo.


Segundo o delegado-chefe da Polícia Federal em Cumbica, Marco Antônio Lino, Andreia preencheu a ficha de deportação - trâmite obrigatório aos brasileiros deportados - e deixou o aeroporto por um terminal doméstico, despistando a imprensa que a aguardava na área do desembarque internacional.

A saída de Andreia por um terminal doméstico foi um pedido da própria brasileira e, segundo a PF, foi concedido para evitar confusão devido ao grande número de jornalistas no aeroporto. O destino da brasileira em São Paulo é desconhecido.

No mesmo vôo de Andreia, estava o ex-jogador de futebol Pelé que desembarcou em São Paulo. A saída de Pelé pelo desembarque internacional do terminal dois de Cumbica provocou tumulto entre os repórteres.

A deportação da brasileira estava prevista para acontecer na semana passada, mas foi adiada. Na ocasião, o departamento de imigração dos EUA informou que o adiamento é um procedimento normal e confirmou que promotores interrogaram Andreia no dia 14 de março.

Dois homens que disseram ser seus amigos aguardavam a chegada da brasileira em Cumbica. Eles afirmaram estar no aeroporto a pedido da mãe de Andreia, que mora no Espírito Santo. O servidor público Roger Gouveia disse que a família da brasileira está preocupada com a mudança de planos de Andreia, pois, segundo ele, ela embarcaria para Vitória na tarde deste sábado na compania dos dois amigos.

Por cerca de um mês, ela permaneceu em um presídio onde ficam estrangeiros que aguardam a deportação. Nos Estados Unidos, ela cumpriu a pena de um ano e meio de prisão por tráfico de drogas e por comandar uma rede de prostituição.

Andréia seria uma informante do FBI na investigação que levou à queda do ex-governador de Nova York, acusado de usar regularmente serviços de prostitutas.

Cientistas encontram estrelas-do-mar gigantes


Ao fazer um levantamento da biodiversidade marinha das águas antárticas da Nova Zelândia, cientistas foram surpreendidos ao encontrar uma estrela-do-mar de mais de meio metro.

Além dela, também foram achados uma água viva com tentáculos de três metros e meio e oito novas espécies de moluscos.

Eu não poderia morrer sem saber de uma notícia dessa!!!

Aliás, não sei como consegui viver até hoje sem saber disso!!!

O significado da Semana Santa


As origens do termo

A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais.

A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás.

O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas

Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás.

Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de Março.

Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores.

Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica

Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durante vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo.

A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moisés, fugiram do Egito.

Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos

Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo).

O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior ao equinócio da Primavera (21 de Março).

Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos

A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade.

O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades.

Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo.

No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova.

Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

FELIZ PÁSCOA

A LITURGIA DA SEMANA SANTA


A LITURGIA DA SEMANA SANTA

Na Semana Santa a Igreja celebra os sagrados mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor, encarnado para no martírio da Cruz e na vitória sobre a morte, dar a todos os homens a graça da salvação.

A Semana Santa começa com o Domingo de Ramos; e lembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado pelos judeus.

A Igreja recorda os louvores da multidão proclamando: “Hosana ao Filho de David. Bendito o que vem em nome do Senhor”. (Lc 19, 38 - MT 21, 9). Com este gesto manifestamos nossa fé
em Jesus Cristo, Rei e Senhor.

Quinta-feira Santa

Na Quinta-feira Santa celebramos a Instituição da Eucaristia.

Neste dia cada Bispo reúne o seu clero e celebra a Missa da renovação do sacerdócio, pois neste dia Jesus instituiu o Sacerdócio católico e a sagrada Eucaristia.

É feita também a bênção dos sagrados óleos, com a bênção conjunta dos três óleos litúrgicos (Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos).

O motivo deve-se ao fato de ser este último dia em que se celebra a missa antes da Vigília Pascal.

Na Igreja primitiva o Batismo, a Crisma e Primeira Eucaristia acontecia só na Vigília Pascal.

São abençoados os seguintes óleos:

Óleo do Crisma - Uma mistura de óleo e bálsamo, significando a plenitude do Espírito Santo, revelando que o cristão deve irradiar “o bom perfume de Cristo”.

É usado no sacramento da Confirmação (Crisma), Para viver como adulto na fé.

Este óleo é usado também no sacramento do sacerdócio (Ordem).

A cor que representa esse óleo é o branco ouro.

Óleo dos Catecúmenos - Catecúmenos são os que se preparam para receber o Batismo.

Este óleo significa a libertação do mal, a força de Deus que penetra no catecúmeno, o liberta e prepara para o nascimento pela água e pelo Espírito.

Sua cor é vermelha.

Óleo dos Enfermos - É usado no sacramento dos enfermos. Este óleo significa a força do Espírito de Deus para a provação da doença, para o fortalecimento da pessoa para enfrentar a dor e, inclusive a morte, se for vontade de Deus.

Sua cor é roxa.

Instituição da Eucaristia e Cerimônia do Lava-pés Com a Missa da Ceia do Senhor, celebrada na tarde ou noite da quinta-feira santa, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e comemora a Última Ceia:

1 – Instituição da Sagrada Eucaristia, onde Jesus, na noite em que foi traído, ofereceu a Deus-Pai o seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou para os Apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes também oferecer aos seus sucessores.

2 – Instituição do Sacerdócio – “Fazei isto em memória de mim”.

Com essas palavras o Senhor instituiu o sacerdócio católico e deu-lhes poder para celebrar a Eucaristia.

3 - Durante a missa ocorre a cerimônia do Lava-Pés que lembra o gesto de Jesus na Última Ceia, quando lavou os pés dos seus apóstolos.

É um gesto de humildade e de santidade, um exemplo para os discípulos e para a toda a Igreja. “Eu vim para servir”.

No final da Missa, faz-se a chamada Procissão do Translado do Santíssimo Sacramento ao altar-mor da igreja para uma capela, onde se tem o costume de fazer a adoração do Santíssimo durante toda à noite.

Após a Missa o altar é desnudado; ele é o símbolo do Cristo aniquilado, despojado, flagelado e morto por nossos pecados.

Sexta-feira Santa

Na Sexta-feira Santa celebra-se a Paixão e Morte de Jesus Cristo.

Dia de silêncio, jejum e oração e de profundo respeito diante da morte do Senhor.

Não se deve trabalhar, se divertir, etc.

Às 15 horas, horário em que Jesus foi morto, é celebrada a principal cerimônia do dia: a Paixão do Senhor.

Ela consta de três partes: Liturgia da Palavra, Adoração da cruz e Comunhão eucarística.

Não adoramos a cruz como um objeto de madeira, mas adoramos o Cristo pregado na Cruz. Depois deste momento não há mais comunhão eucarística até que seja realizada a celebração da Páscoa, no Sábado Santo.

Ofício das Trevas

Em alguns lugares é realizado este Ofício.

É um conjunto de leituras, lamentações, salmos e preces penitenciais. O nome surgiu por causa da forma que se utilizava antigamente para celebrar o ritual.

A Igreja fica às escuras tendo somente um candelabro triangular, com velas acesas que se apagam aos poucos durante a cerimônia.

Sermão das Sete Palavras (facultativo) Lembra as sete últimas palavras de Jesus, no Calvário, antes de sua morte: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem…”, “Em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso”, “Mulher, eis aí o teu filho… Eis aí a tua Mãe”, “Tenho Sede!”, “Meus Deus, meus Deus, por que me abandonastes?”, “Tudo está consumado!”, “Pai, em tuas mãos entrego o meu Espírito!”. Neste dia, não se celebra a Santa Missa.

À noite as paróquias fazem encenações da Paixão de Jesus Cristo com o Sermão da Descida da Cruz e em seguida a Procissão do Enterro, levando o esquife com a imagem do Senhor morto.

Sábado Santo

No Sábado Santo ou Sábado de Aleluia, a principal celebração é a “Vigília Pascal”.

Inicia-se na noite do Sábado Santo em memória da noite santa da ressurreição gloriosa de Nosso Senhor Jesus Cristo.

É a chamada “A mãe de todas as santas vigílias”, porque a Igreja mantém-se de vigília à espera da vitória do Senhor sobre a morte.

Cinco elementos compõem a liturgia da Vigília Pascal:

1 - a bênção do fogo novo e do círio pascal;

2 - a proclamação da Páscoa, que é um canto de júbilo anunciando a Ressurreição do Senhor;

3 - a liturgia da Palavra, que é uma série de leituras sobre a história da Salvação;

4 - a renovação das promessas do Batismo e, por fim;

5 - a liturgia Eucarística.

Domingo de Páscoa

A palavra Páscoa vem do hebreu Peseach e significa “passagem”.

Era vivamente comemorada pelos judeus do Antigo Testamento.

Condenado à morte na cruz e sepultado, Jesus ressuscitou três dias após, num domingo, logo depois da Páscoa judaica.

A ressurreição de Jesus Cristo é o ponto central e mais importante da fé cristã.

Através da sua ressurreição, Jesus prova que a morte não é o fim e que Ele é, verdadeiramente, o Filho de Deus.

O temor dos discípulos em razão da morte de Jesus na Sexta-Feira transforma-se em esperança e júbilo.

É a partir deste momento que eles adquirem força para continuar anunciando a mensagem do Senhor.

São celebradas missas festivas durante todo o domingo.

sexta-feira, 21 de março de 2008

Bacalhau à Gomes de Sá


INGREDIENTES:
Para 4 pessoas

500 gramas de bacalhau
500 gramas de batatas
150 ml de azeite
1 dente de alho
2 ovos cozidos
azeitonas pretas
500 ml de leite
sal e pimenta
2 cebolas
salsa

MODO DE PREPARAR:
Demolhar o bacalhau; colocar num tacho e escaldar com agua a ferver. Tampar a abafar o recipiente com um cobertor e deixar ficar assim durante 20 minutos. Depois escorrer o bacalhau, retirar as peles e as espinhas e desfazer em lascas. Colocar estas num recipiente fundo, cobrir com leite bem quente e deixar ficar em infusão 1,5 a 3 horas. Entretanto, cortar as cebolas às rodelas e o dente às rodelas e levar a dourar ligeiramente com azeite. Juntar as batatas , que se cozeram com a pele, se pelaram e se cortaram às rodelas. Colocar ainda o bacalhau escorrido. Mexer tudo ligeiramente, mas sem deixar refogar. Temperar com sal e pimenta. Colocar imediatamente num tabuleiro de barro e levar a forno bem quente durante 10 minutos. Servir no prato em que foi ao forno, polvilhado com salsa picada e enfeitar com rodelas de ovo cozido e azeitonas pretas. Esta é a verdadeira receita do bacalhau à Gomes de Sá tal como a criou o seu inventor, que foi comerciante de bacalhau na cidade do Porto.

Bacalhau à Portuguesa


INGREDIENTES:
Para 5 pessoas

750 gramas de tomates migados e sem sementes
100 gramas cebolas picadas
1 pitada de salsa picada
100 gramas de arroz
200 ml de vinho branco
5 postas de Bacalhau
100 gramas manteiga
100 ml de azeite
1 dente de alho

MODO DE PREPARAR:
Dividir o bacalhau fresco em postas de 250 gramas; temperar com sal e pimenta. Dispor numa caçarola de saltear, a manteiga, o azeite, a cebola picada e refogada em manteiga, um pequeno dente de alho esmagado, duas pitadas de salsa migada, os de tomates migados e sem sementes, o arroz, cozido em 3/4 de água salgada e o vinho branco; cobrir a caçarola; pôr sobre forno vivo a cozer durante 10 minutos sem destapar. Passado este tempo, destampar a caçarola para fazer a redução, que deve estar pronta sempre ao mesmo tempo que o peixe, cuja cozedura completa exige 18 minutos. Dispor o peixe numa travessa e cobrir com o molho e a guarnição.
.
Bom apetite...

quinta-feira, 20 de março de 2008

Hoje - Happy Hour no Comilão Açaizeiro


Uma boa pedida

Sexo e política. Jabor comenta o mais novo escândalo sexual da política americana.

Estagiárias eróticas e lobistas gostosas sempre aparecem para atrapalhar. Na política americana sempre há o perigo do sexo. A tradição puritana transita do sacrifício, da castidade até as mais horrendas perversões. Os republicanos toleram a corrupção, as maracutaias de Dick Cheney e Bush no Iraque, mas quando surge uma amante de republicano a casa cai. Alias, que gata a lobista.

A imagem de MCcain ostentando pureza absoluta, com a esposa plastificada e de sorriso gelado é o espelho invertido de Hillary e Bill Clinton lado a lado. MCcain é o herói da resistência, cinco anos na prisão, sem mulher, apoiado pela esposa que o esperou.

Hillary é a corninha que perdoou ao lado do adúltero arrependido. É interessante ver a imagem de retidão que os brancos querem passar, comparada com a figura mais relax de Obama. Ele traz o clima tolerante, sexy do negro no imaginário americano. Se aparecesse uma amante do Obama, talvez rappers e guetos comemorassem. Sex appeal era o grande charme de Clinton. Uma sacanagem assumida no sorriso mordido, que ele agora tem de negar.

Na batalha entre caretas e descolados, creio que a América tende para Obama. Os republicanos e o casal Clinton reformado parecem cantar hinos de pureza. Obama é jazz.

quarta-feira, 19 de março de 2008

Porta-retratos digital armazena até 700 fotos e toca MP3


Porta-retratos combinados com tocador de MP3 são o novo lançamento da Genius para o mercado brasileiro.

O dispositivo tem capacidade para armazenar até 700 fotos.
.
O DPF A02 reúne cinco recursos: porta-retratos com até 700 fotos (JPEG ou BMP), reproduz vídeos em AVI, toca músicas em MP3, tem calendário e relógio digital.
.
A tela é feita de LCD e tem 10,4 polegadas.

O contraste é 4:3 e é possível exibir até quatro imagens simultaneamente.

O preço sugerido é de R$ 888,00.

Já o DPF 802 tem tela LCD de oito polegadas, resolução de 800 x 600 pixels e alto-falantes embutidos. Ele também possui relógio digital, calendário e alarme. O preço é de R$ 858,00.

Os dois aparelhos tem 128 MB na memória, vêm com controle remoto, são compatíveis com cartões de memória CF, SD, MMC, MS, e MD.

A transmissão de dados pode ser feita pela interface USB 2.0.

Para mais detalhes e para saber a lista dos locais de venda dos porta-retratos multi-funcionais, acesse o site da fabricante.

Recebendo ligações do celular em casa e vice-versa


Algumas operadoras de telefonia celular já oferecem um serviço de redirecionamento de chamadas. É possível receber as chamadas do telefone de casa no celular e vice-versa.

O XLink Cellular Bluetooth Gateway (foto) é um aparelho para conectar até três celulares com o telefone de casa ou do escritório por Bluetooth.

Também é possível fazer o caminho inverso e receber as chamadas de celulares no telefone de casa. Para quem tem preguiça de buscar o celular no quarto, a praticidade de atender no telefone fixo é um prato cheio.

Outra vantagem é pagar pelo hardware e se livrar da taxa mensal do serviço. O preço sugerido é de US$ 169,99 (R$ 289,00).

Feliz Páscoa


Nesta semana, tenho recebido muitos e-mails me desejando Feliz Páscoa, aos quais agradeço de coração. A Páscoa, como todos sabem, é uma das maiores festas da cristandade, onde se comemora a ressurreição de Cristo.

Quando eu era menina, essas histórias soavam meio estranhas na minha cabeça pois a contabilidade não batia bem: se Jesus foi crucificado e morreu na sexta-feira, e ao terceiro dia ressurgiu dos mortos, como é que se comemora a ressurreição no domingo, apenas dois dias depois? Para a minha mente lógica de pequena pentelha de oito anos, algo estaria errado nessa conta, até que aprendi que nesses assuntos de religião a gente não questiona muito não, senão a freira vem e põe você de castigo. Aí, nada de ovos de chocolate.

Pois muito bem: se a festa é para comemorar a ressurreição de Cristo, mesmo considerando dois dias no lugar de três, o que isso tem a ver com ovos e coelhos? Só consegui entender isso depois de adulta, meu caro leitor, e compartilho aqui com você o que andei descobrindo.

É que a Páscoa é uma festa muito mais antiga do que Cristo, muito mais antiga do que a cristandade. Para os povos pagãos, que viveram alguns milhares de anos antes de Cristo, a Páscoa, celebrada no hemisfério norte no equinócio da Primavera - ou nas suas proximidades - celebrava as divindades ligadas à fertilidade do solo. Para estes povos, a fertilidade tinha uma grande importância porque a produção nos campos era a base da vida comunitária, que os permitia enfrentar os dias difíceis e estéreis do Inverno.

Na mitologia céltica e saxônica, por exemplo, celebrava-se nessa época a deusa Eostar, que presidia o nascimento da Primavera e o redespertar da vida na terra. Então ovos eram pintados e enterrados para que fossem encontrados depois pelas crianças, já que o ovo é sinal de uma nova vida que renasce. A lebre, que era o símbolo do renascimento e da ressurreição entre essas culturas, também era o animal sagrado dedicado a Eostar.

Quando a Igreja católica se estabeleceu como instituição, por volta do século III depois de Cristo, as festas pagãs foram cristianizadas, ou seja, sua estrutura e data foram mantidas e deslocou-se a reverência aos deuses pagãos para os fatos da vida de Cristo e dos santos. Isso aconteceu com o Natal, as festas juninas, e tantas outras. O Domingo de Páscoa ainda é determinado pelo calendário lunar, e é o primeiro domingo após a Lua Cheia que coincide ou vem em seguida ao Equinócio da Primavera. Nos países de língua inglesa a palavra Páscoa, em inglês, é Easter, palavra derivada de Eostar.

Então, estão explicados os ovos e os coelhos, e o sentimento de ressurreição, de renovação, que deve passar por todos nós nessa época, independente da religião que professemos. É bom para plantar, para mergulhar as sementes na terra, para visualizar as colheitas futuras que deverão surgir dos grãos plantados hoje.

Abençoada seja Eostar, esta deusa tão gentil, que recupera do frio solo do Inverno as coloridas flores da Primavera, prometendo os frutos dourados pelo sol do Verão.
por Clotilde Tavares

terça-feira, 18 de março de 2008

Propaganda fantástica

Turismo Gaúcho

Tudo na vida tem um jeito !!!













Você ainda duvida???


O Shopping SP Market, em São Paulo, em parceria com a Warner Bros. Picture, expõe nos dias 29 e 30 de março uma réplica do Mach 5, o carro pilotado por Speed Racer no filme de mesmo nome previsto para estrear nos cinemas brasileiros no dia 9 de maio.

Baseado na série de anime criada nos anos 60 por Tatsuo Yoshida, a trama mostra a história do um jovem piloto, filho de um projetista de carros de corrida. A bordo da possante máquina, ele se torna um dos melhores pilotos de provas do mundo.

Com mais de 5m de comprimento, quase 2m de largura e 1,12m de altura, o protótipo de 250 kg chegou desmontado ao Brasil, onde ganhou rodas, pneus, retrovisores, barbatanas e volante.

Carros em miniatura



No mesmo final de semana, o shopping recebe o “11º Encontro Ri Happy de Colecionadores Hot Wheels”, que contará com mais de 15 mil veículos em miniatura de 25 diferentes expositores.

Organizada pelo Clube Paulista de Colecionadores de Veículos em Miniatura, esta edição contará ainda com concurso de melhor exposição, campeonato de customização e corrida de miniaturas. Haverá também venda dos produtos expostos e gincanas com os participantes.

Os dois eventos acontecem na Praça de Interligação do shopping das 10h às 22h. A entrada é franca.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: , ,
Susto na Avenida Brasil na noite de quarta-feira (26).

Um motorista que trafegava na via, no trecho próximo a Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, se surpreendeu como uma vaca que estava solta na pista.

Ele não teve tempo desviar e acabou atropelando o animal.

O carro ficou bastante danificado com o acidente.

O motorista, identificado como Ângelo Márcio, ficou levemente ferido e foi atendido no local por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O animal morreu no acidente.

O Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) informou que a Delegacia de Campo Grande (35ª DP) vai investigar o caso para identificar o dono da vaca.


Globo
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

Agora é oficial. O casamento de 2 anos e 4 meses de Lázaro Ramos e Taís Araújo chegou ao fim. O ator já deixou o apartamento onde o casal vivia na última semana e passou o feriado com a família, na Bahia.

Em setembro do ano passado começaram a circular rumores de que a união não ia bem. Muito se especulou sobre o término do relacionamento, depois que o intérprete de Evilásio, em ´Duas caras´, passou a ser visto saindo à noite na companhia só de amigos.

O boato se tornou mais forte recentemente, quando a atriz foi sozinha ao casamento de Fernando Torquatto e Marina Morena, no Museu de Arte Moderna, no Rio. Sem querer fazer alarde sobre o rompimento, Taís decidiu usar a aliança durante o evento, justamente para não levantar suspeitas.

Mas agora não teve jeito. Tanto que ela, também apresentadora, autorizou que sua assessoria de imprensa confirmasse o rompimento. ´Eles não querem se pronunciar. Não falaram quando se casaram e não querem falar agora, mas continuam amigos´, revela o comunicado.

Alguns amigos do casal apostam em uma possível volta, já que ambos confidenciaram que mantém laços de amizade e que não houve briga.

Mercedes, mãe da atriz, confirmou que a separação foi consensual . ´Foi uma decisão dos dois, e não houve atritos. Eles conversaram e viram que não estava mais dando certo´.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

Em épocas de epidemia de dengue, como a que ocorre no Rio de Janeiro, o governo orienta as pessoas a evitarem medicamentos a base de ácido acetil salicílico ou que contém a substância associada.

Também devem ser evitados remédios com salicilamida associada.

Para saber o que tomar é preciso olhar a composição na bula do medicamento.

O site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também oferece um sistema de busca onde se pode procurar todos os medicamentos que contém as substâncias:
clique aqui.

Veja uma lista compilada com os resultados da busca:

AAS
AAS Protect
Acecílico
Acectil
Aceticil
Acetildor
Acetilessin
Acidalic
Ácido acetil salicílico
Anacetil
Anacin
Anacold
Analgermon
Analgesin
Antifebrin
Antitermin
Asetisin
AS-Med
Aspirina
Aspirina C Efervescente
Aspirina Impact
Aspirina Prevent
Aspissen
Assedatil
Assetil
Bayaspirina
Benegrip
Bufferin
Bufferin Cardio
Caas
Cafiaspirina
Cafiaspirina
Calmador
Cardio AAS Entérico
Cardioaas
Cheracap S
Cibalena A
Cimaas
Cordiox
Coristina D
Dausmed
Doloxene - A
Doribel
Doril
Doril C
Dormec
Drenogrip
Ecasil-81
Engov
Enjoy
Excedrin-E
Florialgin
Funds ácido acetil salicílico
Funed ácido acetil salicílico
Furp - ácido acetil salicílico
Griperal
Gripin C
Iquego ácido acetil salicílico
Ivb - ácido acetil salicílico
Lafepe - ácido acetil salicílico
Lafergs - ácido acetil salicílico
Lepemc AAS 100mg
Lepemc AAS 500
Lfm - ácido acetil salicílico
Melhoral C
Melhoral Infantil
Mialgin
Migrane
Nuplam - ácido acetil salicílico
Orosprevent
Prevencor
Prevencor Pril
Resfriol S
Resprax
Salicetil
Salipirin
Salisvit C
Salitil
Sifaas
Sinutab
Somalgin
Somalgin Cardio
Sonrisal
Superhist
Thrombo Ass
Tri - Bufered Aspirin
Vasclin
Vita Grip

Em casos de suspeita de dengue é preciso procurar o atendimento médico.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

Falta menos de um mês para a Autop 2008. Antecipamos tudo o que acontecerá no evento deste ano.

Nunca se vendeu tanto carro no País. A produção de veículos novos chegou a quase três milhões, em 2007, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). De carona, o segmento de autopeças também alavancou e comemora os números positivos.

Essa realidade poderá ser comprovada na maior feira de negócios do Norte e Nordeste, no segmento de autopeças e serviços, e a segunda maior do Brasil, a Autop 2008, na sua 13ª edição.

Nesta edição, de acordo com o presidente do Sincopeças/Assopeças, Ranieri Leitão, há oito anos no cargo, o principal objetivo será a realização de negócios e a promoção de uma melhor qualificação profissional através de cursos e palestras. “Vai ser a Feira do relacionamento, da qualificação, da tecnologia e de negócios”.

Em se tratando de números, a Autop terá cerca de 200 empresas, 172 estandes, 360 marcas expositoras, tais como as baterias Heliar, Bosch, Durametal, entre outras, nos quatros dias de evento.

Ranieri declara que a expectativa de negócios para este ano deverá girar em torno de R$ 15 milhões, R$ 4 milhões a mais que a anterior, em 2006. Ranieri salienta que a Autop representa uma série de oportunidades para o setor e que este ano irão priorizar uma interação maior entre expositores e visitantes.

A expectativa de público no geral, entre visitantes e expositores, segundo a organização, será de 45 mil pessoas, que deverão passar pelo Centro de Convenções Edson Queiroz. “Um ponto novo é que não será vendida bebida alcóolica na Feira”, garante o dirigente.

O público alvo será formado por empresários do setor de autopeças e veículos, proprietários e mecânicos de oficinas e estudantes das áreas de engenharia mecânica e elétrica. “O público poderá ver as últimas novidades do setor de autopeças, mecânica automotiva, refrigeração, ou seja, todo esse universo que gira em torno do automóvel”, frisa.

Segundo ele, pela sua experiência, ao visitar a Autop, as pessoas procuram mais as novidades do mercado e a procura pela qualificação. “A velocidade da tecnologia dos automóveis está sendo tão grande que o profissional da mecânica não está tendo condições de acompanhar. Essa é uma oportunidade para eles verem e tirarem dúvidas sobre o que há de mais novo”, pondera.

Para esta edição, ele avisa que prepararam um novo formato, como uma programação que mistura cultura, lazer e uma ação que visa a responsabilidade social.

Dentre elas, no último dia, 27 de abril, destaca-se a “Caminhada Autop Pela Paz no Trânsito”, que acontecerá na Avenida Beira Mar, pela manhã. Na noite anterior, dia 26, será ofertado um show de forró para todos com o nome de batismo “Forró Top”.

Haverá também “Pit Stop”, que oferecerá manutenção gratuita para os veículos. A iniciativa tem como objetivo a mobilização da população em torno de questões relativas à segurança e paz no trânsito.


Durante a programação ainda estão previstas palestras, rodadas de negócios, reuniões e oficinas e cursos oferecidos pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

A Autop 2008 ainda contará com a presença do Banco do Nordeste, do BNDES e do Sebrae, que estarão oferecendo orientação aos participantes interessados. Nos dias atuais, no segmento de peças, o presidente avalia que este setor é bom e não tem nada a reclamar. “Porém é um setor muito concorrido, onde as margens de lucro têm se achatado muito e isso tem criado muitas dificuldades para algumas empresas”.

Ranieri avisa que a Feira será gratuita, porém, a entrada será através de convites. Segundo Ranieri, eles poderam ser adquiridos via Internet pelo site
www.autopceara.com.br, “onde qualquer pessoa pode fazer o credenciamento”, finaliza o dirigente.

Mais informações: Autop 2008, dia 23, 24, 25 e 26 de abril, no Centro de Convenções Edson Queiroz.
www.autopceara.com.br
DN
Postado por Fred Guilhon Marcadores: , , ,




A marca de motos “União da Estrela”, mais conhecida pela sigla US1, existe há quatro anos em Fortaleza e neste ano pretende alçar vôos mais altos com o nascimento de sua fábrica. Segundo o presidente da marca, Ricardo Melo, ainda neste ano tem recebido propostas de incentivos fiscais por parte de alguns prefeitos do interior do Ceará.

“Estamos analisando três cidades. Mas isso é um segredo até eu decidir onde nós vamos instalar a montadora. Uma coisa é certa: a fábrica ficará no Ceará”, garante. A previsão é que o projeto se concretize no último semestre de 2008. O investimento será praticamente de R$ 4 milhões.

As motos da US1 são feitas com kits de peças importadas da China e pré-montadas neste país. “Na China, no outro lado do mundo, nós temos dois técnicos que vistoriam toda a montagem das motos, adaptando-as para a realidade brasileira”, conta.

Ele declara que com a concretização da fábrica no Ceará, as motos deverão ser montadas aqui, ofertando mais empregos aos moradores da região e tornando-as mais baratas para o consumidor final.

Depois da fábrica consumada, a produção inicial, de acordo com as suas estimativas, será de três mil motocicletas por ano. A montadora deverá ter cerca de 70 a 80 funcionários.

Sobre uma possível escassez das peças de reposição, o presidente avisa que vão trabalhar firme para que isso não aconteça. “Umas das prioridades do nosso projeto é que a maioria das peças seja compatível com o número de motos que forem produzidas”.

No plano estratégico, Ricardo Melo declara que inicialmente querem consolidar a região Nordeste para depois partir para região Norte. “Queremos comercializar da Bahia até o Amazonas”, diz.

A linha atual da US1 compreende ao todo sete motos. Os motores vão de 50 a 250 cilindradas. A mais barata é a “OI”, de R$ 3.290, enquanto a mais cara é a Crossover, de R$ 7.800. O carro-chefe da marca, isto é, a mais vendida para o consumidor é a City, de R$ 4.330, de acordo com o gerente comercial Roberto Ribas.

O público que a marca pretende atingir e tornar mais fiel a marca é o B, C e D. Dessa linha, seus principais consumidores são os últimos. “Nosso foco é mais voltado para aquelas pessoas que utilizam a moto para trabalho”, diz.

As motos já estão sendo vendidas e podem também ser adquiridas por meio de financiamento, através das redes Panamericano e BV. Em termos de parcelas, “elas podem ser divididas em até 78 vezes”, ressalta o presidente.

Hoje, afirma Ricardo, os pontos de venda estão em Natal, Maranhão, Tocantins, Pará e, naturalmente, em Fortaleza. “A intenção ainda esse ano é abrir outros pontos de apoio da marca”. Atualmente, a US1 vende, em média, 200 motos por mês. Depois de concretizada a futura fábrica, o gerente comercial afirma que no primeiro ano, a vendas deverão aumentar para 600 mensais.

Fique por Dentro

Depois das japonesas a invasão das chinesas

A segunda onda da invasão dos olhos puxados no segmento das duas rodas é a chegada de uma avalanche de motos com DNA chinês. Primeiro foram as japonesas, com a Honda, Yamaha e a Suzuki. As chinesas não têm ainda nem 2% do mercado, mas basta pesquisar e verificar que já existem mais de dez marcas chinesas com motos sendo vendidas por aqui.

Pelo menos outras quatro têm projetos aprovados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). A Fei Ying Motor (FYM) também planeja produzir no Brasil. A MVK, mais forte na Argentina que aqui, terá fábrica lá.

A Dafra foi inaugurada no início do ano. A Traxx já tem fábrica em Manaus. A Garini tem concessionária no Ceará há dois anos. Estilo e grafismo das chinesas nem sempre agradam.

Contudo, elas são completas. Partida elétrica, freio dianteiro a disco e marcador de gasolina são itens comuns. Rodas de liga leve também. A maioria das motos tem entre 100 cm³ e 250 cm³ e tem algumas que começam a partir de R$ 3.200,00. Grupos fortes, atraídos pela margem alta de lucros estão investindo. O Grupo Rodobens, um dos maiores do setor no País, com faturamento anual de US$ 1,2 bilhão, está comercializando quatro modelos fabricados na China com sua marca, a Green Motos.

Venda de motos na internet

A partir de agora, é possível comprar uma scooter ou motocicleta sem sair de casa. Em parceria com o Banco Bradesco, a Motor-Z Ind. e Com., torna-se a primeira montadora brasileira de veículos de duas rodas, a oferecer a opção de compra direta, via internet, na sua loja virtual já disponível no www.motor-z.com.br . Com essa novidade, o cliente pode adquirir um dos cinco modelos elétricos ou três modelos movidos a gasolina, e receber o produto em sua residência, em qualquer cidade do país, entregue por um dos 52 revendedores da marca ou diretamente pela Motor-Z.

No ambiente virtual, o pagamento pode ser feito à vista via boleto bancário, gerado eletronicamente. Em breve também será possível pagar com cartão de crédito ou financiamento modalidades operadas pela Rede Shop Fácil do Bradesco.

Após o lançamento do Consórcio Nacional Motor-Z, administrado pela Embracon, também disponível no site, a marca soma uma nova opção aos seus consumidores com o lançamento da loja virtual.

O primeiro passo para a compra de um modelo Motor-Z via internet é escolher o link “loja virtual”, no site www.motor-z.com.br. No ambiente de compras, é possível selecionar um dos cinco modelos elétricos: S500, V500, S800, SS500 e S1000 e três modelos movidos a gasolina; as scooters SCO 50 e SCO 150 e também a motoneta Cub 110. Para cada modelo, o internauta conta com links de acesso às combinações de cores e ficha técnica detalhada. Após a escolha do modelo e a seleção da opção “comprar”, o cliente dá início ao processo de efetivação, com o preenchimento de um cadastro e cálculo automático do valor do frete, que varia de acordo com a região.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: , ,


Há exatos 50 anos, o fortalezense se deslumbrava com a inauguração do São Luiz, considerado o mais belo cinema do Brasil.

Na Fortaleza de 1958, provinciana cidade com aproximadamente 500.000 habitantes, o cinema era ainda a maior e mais concorrida diversão. No Centro, predominavam salas imponentes como o Diogo, com seu majestoso balcão e platéia de 1.000 lugares; o Moderno e sua bela fachada de palácio egípcio; e o imenso Majestic-Palace, em forma de teatro elizabetano, à semelhança do Theatro José de Alencar. Todos pertenciam ao grupo exibidor do cearense Luiz Severiano Ribeiro, proprietário da então maior cadeia de cinemas existente no País.



Durante 20 anos, a cidade havia aguardado com grande interesse a inauguração da monumental sala anunciada como a mais moderna e suntuosa do Brasil. A construção do edifício São Luiz foi interrompida durante a Segunda Guerra Mundial, em parte pelas dificuldades da compra de material importado para o cinema, que utilizou mármore de Carrara e lustres tchecos em sua monumental sala de espera.



Os trabalhos só foram reiniciados em 1952, motivando, na época, um entusiasmado artigo do jornalista João Jacques Ferreira Lopes, sob o título “O segundo tapume”. A partir daí, decorreram seis anos de intensa expectativa, motivadores, inclusive, do surgimento de lendas urbanas, entre elas a de que o São Luiz jamais seria inaugurado porque uma falha técnica de engenharia estava fazendo o prédio inclinar-se para a frente. Na realidade, foi perfeita a execução do projeto idealizado pelo engenheiro civil e arquiteto cearense Humberto da Justa Menescal, formado pela Escola de Trabalhos Públicos de Paris.

Auge esplendoroso

Após sucessivos adiamentos, o São Luiz abriu suas portas a um sofisticado público, na noite de 26 de março de 1958, com a exibição do filme “Anastácia, a Princesa Esquecida”, de Anatole Litvak, no qual a atriz sueca Ingrid Bergman brilhava na interpretação de uma suposta sobrevivente do massacre perpetrado contra a família do Czar russo, em 1917. Os convites para a inauguração foram acirradamente disputados por importantes personagens da sociedade fortalezense, alguns dos quais chegaram a fazer ameaças no sentido de obter acesso ao grandioso evento.

Durante seu primeiro mês de existência, o São Luiz exibiu um festival com lançamentos diários das mais importantes produções cinematográficos em cartaz na época. Multidões se aglomeravam na Praça do Ferreira, em imensas filas que faziam a volta do quarteirão e chegavam a encontrar-se na paralela Rua Barão do Rio Branco. Não se mediam esforços para assegurar um lugar qualquer na platéia de filmes como “Trapézio”, com Gina Lollobrigida e Burt Lancaster; “O Homem Que Sabia Demais”, clássico de Alfred Hitchcock, mestre do suspense; “O Príncipe Encantado”, com os ícones Marilyn Monroe e Sir Laurence Olivier, e o popular épico “O Manto Sagrado”, várias vezes reexibido em Fortaleza. Três dos maiores sucessos de bilheteria da mostra inaugural foram “Marcelino, Pão e Vinho”, película espanhola com ingênua temática religiosa; “Tarde Demais Para Esquecer”, êxito maior dos atores Deborah Kerr e Cary Grant, e a chanchada brasileira “De Vento em Popa”, na qual o cômico Oscarito, já com 52 anos, dançava o “rock´n´roll” à maneira de um adolescente.

Início do declínio

Com a crescente popularidade da televisão e, sobretudo, após o surgimento de vários centros comerciais e de lazer nos bairros de Fortaleza, a luxuosa sala exibidora da Praça do Ferreira iniciou seu processo de decadência, dando seqüência ao lamentável fechamento e demolição do Cine Moderno e à tragédia cultural representada pelo incêndio que consumiu, para sempre, o belo Majestic-Palace. O primeiro passo indicativo dessa mudança foi a abolição da exigência do uso de paletó, com o objetivo de atingir uma faixa mais popular de espectadores. Também deixaram de ser promovidos os clássicos festivais de aniversário com superproduções inéditas, que tanto sucesso obtinham, todos os anos, no final do mês de março.

Em certa época, o processo de fuga do público se acentuou tanto que o São Luiz passou a programar filmes de “kung fu” e pornochanchadas de terceira categoria, com a frustrada intenção de aumentar o número de espectadores. Isso apenas concorreu para afastar, ainda mais, seus antigos freqüentadores. Em uma única oportunidade, o imponente cinema conseguiu reunir novamente as grandes platéias de sua fase áurea: foi quando da exibição do fenômeno “Titanic”, com Leonardo DiCaprio, que conseguiu lotar os 1.300 lugares durante semanas seguidas. Nem mesmo o Cine-Ceará, agora Festival Íbero-Americano de Cinema, tem conseguido preencher todos os lugares da imensa sala como nos primeiros anos de sua realização.

Projeto elogiável

Construído para funcionar como cinema e teatro, com palco de extensa dimensão, fosso de orquestra e confortáveis camarins, o São Luiz só veio a ser utilizado como sala de espetáculos depois de funcionar como Centro Cultural Sesc-Severiano Ribeiro, após convênio firmado para evitar seu definitivo fechamento. Campanhas promovidas por cinéfilos e pela mídia fortalezense foram decisivas para que a mais tradicional sala cinematográfica da cidade continuasse a existir, não se transformando em cenário de seitas caça-níqueis, ávidas de espaços em locais de grande movimentação urbana.

Resta agora a esperança de que se materialize a intenção da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), no sentido de restituir por completo ao São Luiz sua dignidade e funcionalidade originais, institucionalizando-o, também, como local permanente para apresentações de espetáculos de música, teatro e outras manifestações culturais. Será um resgate apreciável sob todos os aspectos, pelo qual os fortalezenses e a cultura cearense ficarão penhoradamente gratos.

PROGRAMAÇÃO

14h - Audiência Pública ´São Luiz 50 anos: Foco de Resistência do Centro Urbano de Fortaleza´ - Local: Assembléia Legislativa

18h - Lançamento do projeto ´Comerciário, o cinema é seu!´ - Local: Sesc São Luiz

18h30 - Exibição do Documentário de 90 anos do Grupo de Cinemas Severiano Ribeiro - Local: Sesc São Luiz

19h - Lançamento do documentário ´O Luiz de Fortaleza - memórias de um cinema de rua´ - Local: Sesc São Luiz

20h - Exibição do filme ´Anastácia e a princesa esquecida´ - primeiro filme exibido no Cine São Luiz em 1958.


FIQUE POR DENTRO

O idealizador do Cine São Luiz

Luiz Severiano Ribeiro (1885-1974), nasceu em Baturité-Ceará e tornou-se famoso por criar e fazer expandir aquela que é hoje a segunda maior cadeia exibidora do Brasil, no campo cinematográfico. Com o São Luiz, Severiano Ribeiro presentou o Ceará com a mais suntuosa de suas salas exibidoras, hoje a única remanescente dos inúmeros cinemas de rua existentes no Centro de Fortaleza.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:
terça-feira, 25 de março de 2008 às 4:03:00 PM | 4 comentários  

Quando Gary Mikus descobriu que uma doença incurável nos nervos estava paralisando as patas traseiras de seu pastor alemão, ele imediatamente descartou a idéia de sacrificar o cãozinho. Depois, descobriu em uma loja uma cadeira de rodas para bichos de estimação, a "Eddie's Wheels". Agora, seu cachorro, de nome Bear, que foi a companhia constante de Mikus por uma década, tem muita vida para viver.

"Ele é saudável em todos os outros aspectos", disse Mikus. "Até que alguma coisa me diga que ele está sofrendo, eu faria todo o possível para deixá-lo móvel e feliz".

Um número cada vez maior de donos de animais de estimação está usando cadeiras de rodas adaptadas para restaurar a mobilidade de amigos peludos cujas patas, quadris ou costas não funcionam mais. O objetivo é simples: recompensar o amor incondicional do bichinho com o que for preciso para que eles tenham uma vida normal.


A maioria dos cães que precisa do apoio usa carrinhos para as patas traseiras, mas cada vez animais precisam de ajuda para as patas dianteiras.

O maltês de sete anos de Donna Blain, Gizmo, se equilibrava e pulava em suas patas da frente deformadas antes de ela o adotar, há um ano. Ela comprou um carrinho depois de descobrir que o animal tinha machucado a coluna e precisava de cirurgia. Agora ele se move por horas nas calçadas, em parques e em qualquer lugar em que queira se divertir.

Os fundadores da idéia, Eddie e Leslie Grinnel, construíram a primeira cadeira de rodas para animais em 1989, quando seu doberman de 10 anos, Buddha, perdeu o uso das patas traseiras por problemas na coluna.

O veterinário, impressionado com a recuperação e a vitalidade de Buddha, passou a encaminhar outros clientes para os Grinnel. Em 1998, eles começaram seu próprio negócio, a "Eddie's Wheel", que envia carrinhos para todo o mundo -- o maior já feito foi para um são bernardo na Grã-Bretanha. Desde então, eles já devolveram a mobilidade não apenas a cachorros, mas a gatos, um furão, cabras, um coelho e gambás. Há até minicadeiras para hamsters.

"O cães não entendem o que está acontecendo, mas eles aceitam rápido: 'oh, é assim que eu sou agora'. Então quando colocamos eles nos carrinhos, eles pensam: 'oh, agora voltei ao normal. Posso ir onde quero", diz Leslie Grinnel.
GLOBO
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

Todos na rua diziam que o Joãozinho era gay!

Entretanto seu pai não concordava com isso.. e decidiu levá-lo a um psicólogo para desvendar o mistério...

(no consultório) ...

- Doutor, estou com um problema sério!!

- É que todos na rua estão encarnando no meu filho e chamando ele de GAY!!

Mas o garoto não aparenta nenhum traço de viadice!!

- Bem, para esclarecermos essa história, vou fazer 3 perguntas a seu filho para saber se ele é baitola ou não. ok?

- O pai e o garoto concordaram.

1° pergunta: Qual é o número que você mais gosta menino?

O pai pensando consigo mesmo (não fala 24, pelo amor de Deus!...)

O menino responde - 11

2° pergunta: Qual a verdura que você mais gosta?

Novamente o pai suplica consigo mesmo (pelo amor de Deus não me fale Cenoura nem Pimentão!!)

O menino responde - Chuchu

3° pergunta: Qual o animal que você mais gosta?

O pai pensa consigo mesmo (Só falta essa pergunta, não vá me decepcionar falando Veado heeein!!??)

O garoto responde - Jacaré

O pai aliviado e contente com seu filho foi surpreendido pelo doutor que levantando-se de sua mesa já com o resultado da enquete afirma para o pai: SEU FILHO REALMENTE É GAY!!

O pai indignado responde: Mas ele não falou 24, nem pimentão cenoura ou coisa assim e nem falou Veado!!

Então como ele pode ser Gay??!!

Simples:

11 ( UM ATRÁS DO OUTRO...)

CHUCHU ( DÁ O ANO INTEIRO...)

JACARÉ (SE DEFENDE COM O RABO...)

Então seu filho sem duvida alguma é GAY!!
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Um idoso de 81 anos acordou no meio de seu próprio velório, para a surpresa de amigos e familiares que choravam sua morte na pequena cidade chilena de Angol.

Os familiares de Felisberto Carrasco pensavam que o homem estava morto porque o corpo dele estava frio e imóvel.

Em vez de chamarem um médico para comprovar a morte, chamaram uma funerária, que o levou vestido com sua melhor roupa para o velório.

"Não podia acreditar. Pensei que estava errado e fechei os olhos. Quando voltei a abri-los, meu tio estava me olhando. Comecei a chorar e corri para buscar alguma coisa para abrir o caixão" relatou Pedro Carrasco ao jornal chileno Últimas Notícias.

Uma vez retirado do caixão, Felisberto disse que não sentia dor alguma e pediu um copo de água.

As rádios da cidade tiveram que retificar o anúncio da morte, que já havia sido divulgada.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

Mesmo desligados, alguns aparelhos puxam energia da tomada.

Um plug que indicasse se há desperdício de energia seria uma boa, não acha?

A "caixa" de tomada da foto faz exatamente isso.

Com LEDs escondidos, ela mostra se há algum dispositivo em "stand by" ou desligado gastando energia a toa mudando de cor.

Quanto mais gasto de energia, mais avermelhada a caixinha fica.

Você pode desligar o aviso luminoso apertando um botão.

Ainda é um protótipo, concorrendo a um concurso de design, mas a idéia é bem interessante.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

O gadget da foto é mais do que um teclado. É um teclado com todas as funcionalidades de um computador embutidas.

Para começar, um disco rígido de 75 GB de capacidade e um processador é um Intel Core2 Quad de 1 GHz.A memória RAM expansível a 4 GB (dois slots de 2 GB DDR2) de 667 MHz.

Para ser um computador completo só falta mesmo um monitor.

Por que além disso, esse micro "embalado" em teclado, tem Bluetooth, touchpad com dois botões e scroll horizontal e vertical, e quatro portas USB 2.0.

A conexão com a Internet é provida por uma placa Fast Ethernet de 1 Gbps.

Para mais informações, acesse o site do fabricante.

O preço sugerido do computador varia de US$ 700,00 a US$ 1.100 ( R$ 1.190,00 a 1.870,00), variando de acordo com a configuração montada por você.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:



Além dos carrões superpotentes e das novidades das montadoras de todo o mundo, o Salão do Automóvel de Nova York, que abriu as portas ao público na quinta-feira (20), também exibe criações que se preocupam com o meio ambiente.

É o caso do "Ale", um modelo experimental desenvolvido pela Fuelvapor Technologies Inc., que promete elevada eficiência energética.

O protótipo compete ao prêmio "Progressive Automotive X", que dará US$ 10 milhões, o equivalente a R$ 17,3 milhões a quem conseguir criar um "supercarro verde" que seja comercialmente viável e quebre os recordes de eficiência energética.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

A ocidentalização da Medicina Tradicional Chinesa trouxe à terapêutica milenar ganhos e perdas que valem ser conhecidos

Os puristas costumam se confrontar com os cientistas mais modernosos, que têm na ponta da língua que o conhecimento deve avançar sempre. Isso para o bem de todos.

A boa causa da Ciência é argumento de peso para os que lidam há algumas décadas com a Medicina Tradicional Chinesa, forte aliada hoje da Medicina convencional do Ocidente. A dedução esbarra em algo evidente: as temidas agulhinhas de acupuntura - a princípio, não tão pequenas e finas como as atuais - certamente nem teriam chance de evoluir das iniciais espinhas de peixe para as flexíveis e super reduzidas de aço inox.

Não é difícil que o embate entre os dois conhecimentos terapêuticos perdure por tempo indefinido. Mesmo porque, os benefícios continuam levando cada vez mais pessoas a buscarem nos recursos da MTC um alívio resolutivo para dores e certos problemas persistentes sem tratamentos eficientes, que têm na acupuntura seu atrativo, apesar do pavor coletivo por agulhas de injeção.

Aliar os dois conhecimentos terapêuticos - ocidentais modernos e orientais tradicionais - para alguns profissionais da área de saúde já não é problema. Ao contrário, muitos vencem preconceitos e comentários críticos dos colegas mais céticos. É o que atesta, por exemplo, a fisioterapeuta e especialista em Medicina Oriental, Vilalba Dourado. Pioneira na cidade em acupuntura, coordena o curso local da Academia Brasileira de Artes e Ciências Orientais (Abaco), uma das quatro especializações existentes no Ceará.

De seu início, em 1978, para cá, muita coisa mudou. Sua larga experiência de 30 anos atuando no setor de queimados do Instituto José Frota, reforçou dentro de sua percepção o valor da visão preventiva da Medicina Oriental.

FIQUE POR DENTRO

Tratamento milenar que merece estudo e cautela

Os registros escritos encontrados sobre China têm cerca de 5 mil anos. Por isso, se acredita que a Medicina Tradicional Chinesa tenha, pelo menos, esse tempo de existência. Nos livros históricos chineses, no entanto, há indicações de que por volta de 8 mil anos este povo já realizava tratamentos com agulhas maiores e mais grossas do que as atuais. Além do que, proibiam a aplicação delas mais profundamente em algumas regiões do corpo (olhos, umbigo, pescoço etc...).

Mesmo se usando agulhas finas e apropriadas, as técnicas chinesas não são de todo inofensivas. Conforme a enfermeira e acupunturista Sheila Bombonato, a literatura médica sobre acupuntura faz indicações de raros acidentes mais recentes com uso das agulhas no Ocidente, que levaram os pacientes ao óbito. Podem parecer insignificantes, mas para ela atesta a importância de o profissional ter uma boa formação e capacitação.

Corrobora as palavras da enfermeira o psiquiatra, homeopata e acupunturista Agamenon Honório. E, mesmo com seu ponto de vista de que somente médicos devem praticar a acupuntura, cita casos de perfuração das meninges (nos pontos da nuca), que desencaderam uma meningite letal e no tórax, que levou o paciente à morte. A acupuntura e demais recursos da MTC é tratamento energético, eficaz nas mãos de profissionais bem preparados.

Amplos recursos
.

A briga entre médicos e não médicos que visa estabelecer legalmente quem deve ou não deter o poder de posse da prática da acupuntura no Brasil é antigo e já se arrasta há bastante tempo.

As alegações de ambos os lados são fundamentadas em alguns dos requisitos essenciais de cada especialidade de saúde. Em essência, os médicos indicam ser um ato cirúrgico (uso de agulhas) que requer um diagnóstico e prescrição de terapêutica que só eles estão aptos científica e legalmente a dar.

Já os demais profissionais da área de saúde (enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, entre outros) que fazem ou fizeram formação e empregam com seus pacientes os recursos da MTC, acreditam que os médicos não são os únicos detentores de tal conhecimento, mesmo porque todos se aprofundaram em anatomia, fisiologia e não somente eles.

Raiz do problema

Essa querela, que ainda pode demorar para ser solucionada no âmbito legal e, para muitos profissionais, refere-se a uma tentativa de reserva de mercado por parte dos médicos, acabou sendo positiva pela variedade de cursos de especialização que vêm surgindo na esfera nacional.

O curso de formação da Associação Brasileira de Acupuntura (Aba), por exemplo, conforme seu coordenador local, o acupunturista Nilson Fernandes, segue a visão da Sociedade Internacional de Acupuntura, que se fundamenta na Escola Européia - já que foi um francês quem recuperou muitas informações da Medicina Tradicional Chinesa, trazendo-as para o Ocidente.

A acupuntura praticada por inúmeros profissionais, salienta Fernandes, não é a tradicional, sendo mais simplificada na relação pontos-sintomas. ´A melhor acupuntura do mundo, hoje, é a de base tradicional, que segue o princípio preventivo da saúde´.

Confirma esse ponto de vista o acupunturista mineiro Flávio Bombonato, formado com grandes mestres orientais e um dos nomes respeitados na cidade no Shiatsu e Medicina Tradicional Chinesa. Ele coordena junto com a esposa, Sheila, enfermeira, mestre em Saúde Pública e acupunturista, o curso de especialização em Terapias Tradicionais Chinesas, com várias turmas concluídas e outra em andamento pela Universidade Estadual do Ceará. A nova turma, com início previsto para este mês, tem a denominação de Formação de Especialista em Acupuntura, com promoção do instituto de ensino do casal, Acus Natus.

´O novo curso é o mesmo da UECE, com outras abordagens complementares, como o shiatsu, a fitoterapia chinesa, a auriculoterapia e a dietética chinesa´, esclarecem os dois.

Ir até a raiz do problema, ou do desequilíbrio, e não se preocupar demais com a manifestação (ou sintoma) segundo Flávio e Sheila Bombonato, está no fundamento da analogia chinesa, que compara o ser a uma árvore. Nutrir bem esta raíz sustenta o ser vivo em seu eixo vital.

´Falamos sempre, na perspectiva chinesa, em termos de padrões sindrômicos, que não são iguais para todo mundo, mas bastante pessoais. Cada indivíduo expressa ou manifesta o desequilíbrio de uma forma bem própria´, atestam.

Somente com o aprendizado, o tempo e a experiência é possível se entender como se proceder no diagnóstico energético, por meio da língua e pulsologia. Apesar de muitos se envolverem e se encantarem com a filosofia da tradição oriental, que segue normalmente a observação da natureza e os eventos, nas estações, o entendimento é bem mais complexo do que se imagina.

Mistificar o sistema

Para o médico psiquiatra Agamenon Honório, a avaliação da língua e do pulso é apenas mais um recurso, não devendo ser exclusivo para o diagnóstico total, pois acaba se mistificando um sistema que deve ser mais científico. Já foram realizadas pesquisas com os próprios mestres chineses, que confirmaram apenas 10% de similaridade nos diagnósticos em um mesmo paciente pelos métodos tradicionais.

A coordenadora do curso da Academia de Artes e Ciências Orientais (Abaco), fisioterapeuta e acupunturista Vilalba Dourado diz que a visão da MTC, deve ser respeitada, sendo distinta da abordagem Ocidental. Aqui se observa o desequilíbrio energético interno, levando em conta as emoções. Conter ou expressar de modo intenso emoções, como a raiva e até a alegria, acarreta distúrbios variados.

ESPECIALIZAÇÕES

Curso de Acupuntura da Associação Brasileira de Acupuntura (Aba). Coordenação Nilson Fernandes. Informações: (85) 4011-0375 e 9444-8868

Curso de Formação de Especialista em Acupuntura do Instituto Acus Natus, coordenado por Flávio e Sheila Bombonato. Informações: (85) 3472-6471 e 3094-4280.

Curso de Especialização da Sociedade Médica Brasileira de Acupuntura. Diretor de Ensino nacional e local: Dr. Agamenon Honório. Informações: (85) 3264-2562 e 9955-9573

Curso da Academia Brasileira de Artes e Ciências Orientais (Abaco). Coordenação Vilalba Dourado. Início em agosto. Informações: (85)3252-4090 ou 8852-4090.
DN
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Denominada nos manuais diagnósticos por anorexia nervosa , a anorexia tem por principal característica o sintoma de recusa alimentar, acarretando sérios problemas de saúde, familiares e sociais, podendo levar à morte. Divulgada em nossos dias como uma doença da moda, sobretudo devido ao fato de os estereótipos sociais concernidos na representação do corpo feminino tomarem a magreza como uma forma a ser cultuada, o corpo anoréxico é o limite mesmo dessa representação. Eis o motivo dessa edição.

O isolamento da anorexia como quadro clínico ocorre, segundo registros da história da psicopatologia, pela primeira vez no século XVII, por Thomas Morton, médico inglês, sob a designação de catexia nervosa. Foi por ele observada, por volta de 1694, em dois adolescentes, respectivamente uma moça e um rapaz, ambos com sinais de emagrecimento exacerbado com grande perda de massa muscular. A moça, então com 18 anos, recusava qualquer alimento e a medicação, acabando por falecer subitamente por falência de seu sistema vital. O rapaz, de 16 anos, apresentava uma grande perda de apetite em função de sua excessiva dedicação aos estudos.

Também célebres são os estudos de Lasègue, em França, que, no século seguinte, adotou o termo Anorexia Histérica para designar o quadro sintomático de uma jovem de 15 anos que, segundo ele, sofria de uma emoção que tentava esconder através de sua recusa progressiva do alimento, chegando a ponto de desenvolver uma perversão mental, cujo traço principal era a manifestação de uma completa indiferença aos apelos dos outros por seu tratamento.

O vínculo entre histeria e anorexia será também observado por Charcot. Em 1885, descreve uma jovem de 13 anos que passa a recusar sistematicamente a ingestão de alimentos sem que isso acarretasse qualquer prejuízo de seu funcionamento gástrico, afastando do quadro um comprometimento orgânico e associando, portanto, a anorexia a um fator mental.

Freud, nos primórdios de seus trabalhos, também relacionou a anorexia à histeria. Uma de suas pacientes manifestou, logo após o seu primeiro parto, uma recusa de comer e, por conseqüência, a impossibilidade de amamentar seu bebê, o que tornou a se repetir com a vinda de seu segundo filho. Isso fez com que Freud
suspeitasse que o sintoma estava associado a um vínculo problemático entre mãe-bebê, que poderia ser equacionado pela equivalência entre comer e amamentar. Posteriormente, ao se deparar com outros casos, passou a associar a anorexia com a melancolia e a estabelecer vínculos marcantes entre a anorexia e a sexualidade feminina.

Nesse período, em que se deu o progressivo isolamento e estudo dessa afecção por esses e outros estudiosos, não era a sua incidência numerosa. É, tão somente, no período do século XIX que se dá um significativo registro de casos, o que atesta o aumento de sua incidência e de sua visibilidade social.

À moda do raciocínio de Pinel, que já à sua época relacionava o sintoma de recusa alimentar, sintoma principal do quadro clínico de anorexia, com a dimensão social e cultural do comer, muitas pesquisas contemporâneas, dentre as quais as citadas por Jaggar e Bordo, em publicação recente, e pelo DSM IV têm se debruçado sobre a influência de fatores sócio-culturais como responsáveis pelo desencadeamento de quadros de anorexia. Nelas, demonstram-se como as exigências sócio-culturais em torno de um ideal de corpo magro - o que tem se intensificado cada vez mais nos últimos anos com a progressiva assimilação discursiva das informações científicas divulgadas pela mídia em geral - , se impõem de maneira imperativa levando os sujeitos a se engajarem em dietas das mais diversas e absurdas, o que estaria associado à sua desestabilização alimentar.

A exigência de magreza sendo, em nossa cultura, sobretudo, dirigida às mulheres é o fato usado como explicativo para um dado que se objetiva de forma cada vez mais evidente, qual seja: o de que a anorexia se manifesta , em uma quase totalidade dos casos, em mulheres. As estatísticas oficiais - segundo Crispo, Figueroa e Guelar - chegam a registrar que 95% das consultas cuja queixa principal é a anorexia são feitas por mulheres.

O grotesco da anorexia assume hoje um lugar semelhante àquele ocupado pelo vínculo entre a histeria e o feminino em fins do século XIX e na primeira metade do século XX. Serge André mostra a necessidade de ultrapassar a associação superficial entre feminino e anorexia e a importância de retomar as contribuições de Sigmund Freud sobre o assunto, reatualizando, com isso, a questão, do que ligaria no inconsciente a anorexia à sexualidade feminina.

Paul-Laurent Assoun, ao assinalar no sujeito anoréxico a existência de uma divisão entre o querer e o desejo, indica a necessidade de indagar se a anorexia não seria, por excelência, uma verdadeira síndrome da feminilidade cuja construção responderia a resposta do tornar-se mulher. O falaz emagrecimento da anoréxica seria uma conseqüência do curto-circuito entre a função nutricional e a sexualidade.

Gerard e Judith Miller também atestam existir um vínculo entre a pulsão oral e a sexualidade feminina na anorexia, o qual produziria um esvaziamento da face funcional da pulsão oral, fazendo com que o sujeito anoréxico não coma, mas deseje.

Retomando a tese de Lacan, segundo a qual a anoréxica come "nada", Schneiderman assevera que ela o faz por faltar-lhe apenas o nada. Com isso apresenta, assim, o indício da associação entre a sexualidade e a morte, o qual fica patente no heroísmo do sacrifício da anoréxica em resistir ao apelo para que coma, o que a conduz quase sempre a um quadro melancólico.

A posição sexual feminina

Dentre essas importantes teses, observa-se a insistência em relacionar o sacrifício do desejo com a posição sexual feminina. Consideramos que esse imperativo é muito semelhante aos apelos culturais feitos às mulheres para que elas a adotarem práticas dietéticas, cuja característica é a de bem demarcar sua rapidez e eficácia em produzir resultados que valeriam o sacrifício. Haveria nessa promessa uma recompensa, enquanto que, na anorexia propriamente dita, poderíamos assim perguntar: o que ganharia, então, a anoréxica em desafiar a vida com a sua recusa alimentar? O que parece querer com o querer comer "nada"?

O a-menos do desejo, sob a forma da fome suportada, mostra haver algo de paradoxal na forma como se inscreve o gozo na anorexia, apontando para uma ética de afirmação do desejo. É nessa via que colocamos a importância de aprofundar como se estabelecem as condições da produção do sintoma de recusa alimentar e de como elas poderiam fazer eco às imposições sociais em torno de modelos corporais ou padrões alimentares restritivos. Perguntamo-nos, pois, o que facilitaria, do ponto de vista do gozo feminino, esse tipo de escolha sintomática e, em contrapartida, o que dificultaria o gozo masculino de dela fazer também uso? A relevânciado conhecimento do nexo entre o suficiente e o estrutural na irrupção da anorexia, como exposição de um gozo paradoxal que desafia a morte, é sem dúvida, essencial para o vislumbre de dados que ajudem a superar as imensas dificuldades no tratamento de casos de anorexia , principalmente se considerarmos, com Crispo, Figueroa e Guelar, que deles de 3% a 10% resultam em morte.
DN
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

"Eu sei que é difícil, mas devolver o carro é a atitude certa", diz Judy Smongesky, a mulher que dirigiu um Mustang por 38 anos sem saber que o automóvel era roubado.

O Mustang foi comprado pelo pai de Judy em 1970, em uma loja de usados em Bellflower, nos Estados Unidos. O que nenhum dos dois sabia, porém, é que o carro havia sido roubado um mês antes de Eugene Brakke, na cidade de Burbank.

O dono legítimo certamente não esperava reencontrar a "caranga" depois de quase quatro décadas, mas parece ter ficado contrariado com as modificações: motor reformado duas vezes, 480 mil quilômetros a mais no odômetro e uma pintura azul-prata sobre o dourado original de 1965.

Judy diz que só descobriu que o carro era roubado quando tentou vendê-lo. Ela concordou em devolver o Mustang ao dono legítimo: "O carro é dele, mesmo que ele o tenha dirigido por 4 anos e eu, por 38", diz.

O dono original deve assumir a direção em breve. "Eu ainda não chorei, mas quando ele levar o carro vai ser difícil me segurar", adianta a garota.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

A cafetina brasileira Andreia Schwartz chegou ao Brasil neste sábado (22). Uma das testemunhas do envolvimento do ex-governador de Nova York Eliot Spitzer com uma rede de prostituição, Andreia partiu de Nova York e chegou nesta manhã ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na Grande São Paulo.


Segundo o delegado-chefe da Polícia Federal em Cumbica, Marco Antônio Lino, Andreia preencheu a ficha de deportação - trâmite obrigatório aos brasileiros deportados - e deixou o aeroporto por um terminal doméstico, despistando a imprensa que a aguardava na área do desembarque internacional.

A saída de Andreia por um terminal doméstico foi um pedido da própria brasileira e, segundo a PF, foi concedido para evitar confusão devido ao grande número de jornalistas no aeroporto. O destino da brasileira em São Paulo é desconhecido.

No mesmo vôo de Andreia, estava o ex-jogador de futebol Pelé que desembarcou em São Paulo. A saída de Pelé pelo desembarque internacional do terminal dois de Cumbica provocou tumulto entre os repórteres.

A deportação da brasileira estava prevista para acontecer na semana passada, mas foi adiada. Na ocasião, o departamento de imigração dos EUA informou que o adiamento é um procedimento normal e confirmou que promotores interrogaram Andreia no dia 14 de março.

Dois homens que disseram ser seus amigos aguardavam a chegada da brasileira em Cumbica. Eles afirmaram estar no aeroporto a pedido da mãe de Andreia, que mora no Espírito Santo. O servidor público Roger Gouveia disse que a família da brasileira está preocupada com a mudança de planos de Andreia, pois, segundo ele, ela embarcaria para Vitória na tarde deste sábado na compania dos dois amigos.

Por cerca de um mês, ela permaneceu em um presídio onde ficam estrangeiros que aguardam a deportação. Nos Estados Unidos, ela cumpriu a pena de um ano e meio de prisão por tráfico de drogas e por comandar uma rede de prostituição.

Andréia seria uma informante do FBI na investigação que levou à queda do ex-governador de Nova York, acusado de usar regularmente serviços de prostitutas.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Ao fazer um levantamento da biodiversidade marinha das águas antárticas da Nova Zelândia, cientistas foram surpreendidos ao encontrar uma estrela-do-mar de mais de meio metro.

Além dela, também foram achados uma água viva com tentáculos de três metros e meio e oito novas espécies de moluscos.

Eu não poderia morrer sem saber de uma notícia dessa!!!

Aliás, não sei como consegui viver até hoje sem saber disso!!!
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

As origens do termo

A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais.

A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás.

O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas

Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás.

Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de Março.

Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores.

Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica

Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durante vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo.

A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moisés, fugiram do Egito.

Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos

Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo).

O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior ao equinócio da Primavera (21 de Março).

Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos

A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade.

O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades.

Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo.

No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova.

Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.

A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

FELIZ PÁSCOA
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

A LITURGIA DA SEMANA SANTA

Na Semana Santa a Igreja celebra os sagrados mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor, encarnado para no martírio da Cruz e na vitória sobre a morte, dar a todos os homens a graça da salvação.

A Semana Santa começa com o Domingo de Ramos; e lembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado pelos judeus.

A Igreja recorda os louvores da multidão proclamando: “Hosana ao Filho de David. Bendito o que vem em nome do Senhor”. (Lc 19, 38 - MT 21, 9). Com este gesto manifestamos nossa fé
em Jesus Cristo, Rei e Senhor.

Quinta-feira Santa

Na Quinta-feira Santa celebramos a Instituição da Eucaristia.

Neste dia cada Bispo reúne o seu clero e celebra a Missa da renovação do sacerdócio, pois neste dia Jesus instituiu o Sacerdócio católico e a sagrada Eucaristia.

É feita também a bênção dos sagrados óleos, com a bênção conjunta dos três óleos litúrgicos (Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos).

O motivo deve-se ao fato de ser este último dia em que se celebra a missa antes da Vigília Pascal.

Na Igreja primitiva o Batismo, a Crisma e Primeira Eucaristia acontecia só na Vigília Pascal.

São abençoados os seguintes óleos:

Óleo do Crisma - Uma mistura de óleo e bálsamo, significando a plenitude do Espírito Santo, revelando que o cristão deve irradiar “o bom perfume de Cristo”.

É usado no sacramento da Confirmação (Crisma), Para viver como adulto na fé.

Este óleo é usado também no sacramento do sacerdócio (Ordem).

A cor que representa esse óleo é o branco ouro.

Óleo dos Catecúmenos - Catecúmenos são os que se preparam para receber o Batismo.

Este óleo significa a libertação do mal, a força de Deus que penetra no catecúmeno, o liberta e prepara para o nascimento pela água e pelo Espírito.

Sua cor é vermelha.

Óleo dos Enfermos - É usado no sacramento dos enfermos. Este óleo significa a força do Espírito de Deus para a provação da doença, para o fortalecimento da pessoa para enfrentar a dor e, inclusive a morte, se for vontade de Deus.

Sua cor é roxa.

Instituição da Eucaristia e Cerimônia do Lava-pés Com a Missa da Ceia do Senhor, celebrada na tarde ou noite da quinta-feira santa, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e comemora a Última Ceia:

1 – Instituição da Sagrada Eucaristia, onde Jesus, na noite em que foi traído, ofereceu a Deus-Pai o seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou para os Apóstolos para que os tomassem, mandando-lhes também oferecer aos seus sucessores.

2 – Instituição do Sacerdócio – “Fazei isto em memória de mim”.

Com essas palavras o Senhor instituiu o sacerdócio católico e deu-lhes poder para celebrar a Eucaristia.

3 - Durante a missa ocorre a cerimônia do Lava-Pés que lembra o gesto de Jesus na Última Ceia, quando lavou os pés dos seus apóstolos.

É um gesto de humildade e de santidade, um exemplo para os discípulos e para a toda a Igreja. “Eu vim para servir”.

No final da Missa, faz-se a chamada Procissão do Translado do Santíssimo Sacramento ao altar-mor da igreja para uma capela, onde se tem o costume de fazer a adoração do Santíssimo durante toda à noite.

Após a Missa o altar é desnudado; ele é o símbolo do Cristo aniquilado, despojado, flagelado e morto por nossos pecados.

Sexta-feira Santa

Na Sexta-feira Santa celebra-se a Paixão e Morte de Jesus Cristo.

Dia de silêncio, jejum e oração e de profundo respeito diante da morte do Senhor.

Não se deve trabalhar, se divertir, etc.

Às 15 horas, horário em que Jesus foi morto, é celebrada a principal cerimônia do dia: a Paixão do Senhor.

Ela consta de três partes: Liturgia da Palavra, Adoração da cruz e Comunhão eucarística.

Não adoramos a cruz como um objeto de madeira, mas adoramos o Cristo pregado na Cruz. Depois deste momento não há mais comunhão eucarística até que seja realizada a celebração da Páscoa, no Sábado Santo.

Ofício das Trevas

Em alguns lugares é realizado este Ofício.

É um conjunto de leituras, lamentações, salmos e preces penitenciais. O nome surgiu por causa da forma que se utilizava antigamente para celebrar o ritual.

A Igreja fica às escuras tendo somente um candelabro triangular, com velas acesas que se apagam aos poucos durante a cerimônia.

Sermão das Sete Palavras (facultativo) Lembra as sete últimas palavras de Jesus, no Calvário, antes de sua morte: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem…”, “Em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso”, “Mulher, eis aí o teu filho… Eis aí a tua Mãe”, “Tenho Sede!”, “Meus Deus, meus Deus, por que me abandonastes?”, “Tudo está consumado!”, “Pai, em tuas mãos entrego o meu Espírito!”. Neste dia, não se celebra a Santa Missa.

À noite as paróquias fazem encenações da Paixão de Jesus Cristo com o Sermão da Descida da Cruz e em seguida a Procissão do Enterro, levando o esquife com a imagem do Senhor morto.

Sábado Santo

No Sábado Santo ou Sábado de Aleluia, a principal celebração é a “Vigília Pascal”.

Inicia-se na noite do Sábado Santo em memória da noite santa da ressurreição gloriosa de Nosso Senhor Jesus Cristo.

É a chamada “A mãe de todas as santas vigílias”, porque a Igreja mantém-se de vigília à espera da vitória do Senhor sobre a morte.

Cinco elementos compõem a liturgia da Vigília Pascal:

1 - a bênção do fogo novo e do círio pascal;

2 - a proclamação da Páscoa, que é um canto de júbilo anunciando a Ressurreição do Senhor;

3 - a liturgia da Palavra, que é uma série de leituras sobre a história da Salvação;

4 - a renovação das promessas do Batismo e, por fim;

5 - a liturgia Eucarística.

Domingo de Páscoa

A palavra Páscoa vem do hebreu Peseach e significa “passagem”.

Era vivamente comemorada pelos judeus do Antigo Testamento.

Condenado à morte na cruz e sepultado, Jesus ressuscitou três dias após, num domingo, logo depois da Páscoa judaica.

A ressurreição de Jesus Cristo é o ponto central e mais importante da fé cristã.

Através da sua ressurreição, Jesus prova que a morte não é o fim e que Ele é, verdadeiramente, o Filho de Deus.

O temor dos discípulos em razão da morte de Jesus na Sexta-Feira transforma-se em esperança e júbilo.

É a partir deste momento que eles adquirem força para continuar anunciando a mensagem do Senhor.

São celebradas missas festivas durante todo o domingo.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:
sexta-feira, 21 de março de 2008 às 10:10:00 AM | 0 comentários  

INGREDIENTES:
Para 4 pessoas

500 gramas de bacalhau
500 gramas de batatas
150 ml de azeite
1 dente de alho
2 ovos cozidos
azeitonas pretas
500 ml de leite
sal e pimenta
2 cebolas
salsa

MODO DE PREPARAR:
Demolhar o bacalhau; colocar num tacho e escaldar com agua a ferver. Tampar a abafar o recipiente com um cobertor e deixar ficar assim durante 20 minutos. Depois escorrer o bacalhau, retirar as peles e as espinhas e desfazer em lascas. Colocar estas num recipiente fundo, cobrir com leite bem quente e deixar ficar em infusão 1,5 a 3 horas. Entretanto, cortar as cebolas às rodelas e o dente às rodelas e levar a dourar ligeiramente com azeite. Juntar as batatas , que se cozeram com a pele, se pelaram e se cortaram às rodelas. Colocar ainda o bacalhau escorrido. Mexer tudo ligeiramente, mas sem deixar refogar. Temperar com sal e pimenta. Colocar imediatamente num tabuleiro de barro e levar a forno bem quente durante 10 minutos. Servir no prato em que foi ao forno, polvilhado com salsa picada e enfeitar com rodelas de ovo cozido e azeitonas pretas. Esta é a verdadeira receita do bacalhau à Gomes de Sá tal como a criou o seu inventor, que foi comerciante de bacalhau na cidade do Porto.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

INGREDIENTES:
Para 5 pessoas

750 gramas de tomates migados e sem sementes
100 gramas cebolas picadas
1 pitada de salsa picada
100 gramas de arroz
200 ml de vinho branco
5 postas de Bacalhau
100 gramas manteiga
100 ml de azeite
1 dente de alho

MODO DE PREPARAR:
Dividir o bacalhau fresco em postas de 250 gramas; temperar com sal e pimenta. Dispor numa caçarola de saltear, a manteiga, o azeite, a cebola picada e refogada em manteiga, um pequeno dente de alho esmagado, duas pitadas de salsa migada, os de tomates migados e sem sementes, o arroz, cozido em 3/4 de água salgada e o vinho branco; cobrir a caçarola; pôr sobre forno vivo a cozer durante 10 minutos sem destapar. Passado este tempo, destampar a caçarola para fazer a redução, que deve estar pronta sempre ao mesmo tempo que o peixe, cuja cozedura completa exige 18 minutos. Dispor o peixe numa travessa e cobrir com o molho e a guarnição.
.
Bom apetite...
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Uma boa pedida

Postado por Fred Guilhon Marcadores:
Estagiárias eróticas e lobistas gostosas sempre aparecem para atrapalhar. Na política americana sempre há o perigo do sexo. A tradição puritana transita do sacrifício, da castidade até as mais horrendas perversões. Os republicanos toleram a corrupção, as maracutaias de Dick Cheney e Bush no Iraque, mas quando surge uma amante de republicano a casa cai. Alias, que gata a lobista.

A imagem de MCcain ostentando pureza absoluta, com a esposa plastificada e de sorriso gelado é o espelho invertido de Hillary e Bill Clinton lado a lado. MCcain é o herói da resistência, cinco anos na prisão, sem mulher, apoiado pela esposa que o esperou.

Hillary é a corninha que perdoou ao lado do adúltero arrependido. É interessante ver a imagem de retidão que os brancos querem passar, comparada com a figura mais relax de Obama. Ele traz o clima tolerante, sexy do negro no imaginário americano. Se aparecesse uma amante do Obama, talvez rappers e guetos comemorassem. Sex appeal era o grande charme de Clinton. Uma sacanagem assumida no sorriso mordido, que ele agora tem de negar.

Na batalha entre caretas e descolados, creio que a América tende para Obama. Os republicanos e o casal Clinton reformado parecem cantar hinos de pureza. Obama é jazz.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Porta-retratos combinados com tocador de MP3 são o novo lançamento da Genius para o mercado brasileiro.

O dispositivo tem capacidade para armazenar até 700 fotos.
.
O DPF A02 reúne cinco recursos: porta-retratos com até 700 fotos (JPEG ou BMP), reproduz vídeos em AVI, toca músicas em MP3, tem calendário e relógio digital.
.
A tela é feita de LCD e tem 10,4 polegadas.

O contraste é 4:3 e é possível exibir até quatro imagens simultaneamente.

O preço sugerido é de R$ 888,00.

Já o DPF 802 tem tela LCD de oito polegadas, resolução de 800 x 600 pixels e alto-falantes embutidos. Ele também possui relógio digital, calendário e alarme. O preço é de R$ 858,00.

Os dois aparelhos tem 128 MB na memória, vêm com controle remoto, são compatíveis com cartões de memória CF, SD, MMC, MS, e MD.

A transmissão de dados pode ser feita pela interface USB 2.0.

Para mais detalhes e para saber a lista dos locais de venda dos porta-retratos multi-funcionais, acesse o site da fabricante.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Algumas operadoras de telefonia celular já oferecem um serviço de redirecionamento de chamadas. É possível receber as chamadas do telefone de casa no celular e vice-versa.

O XLink Cellular Bluetooth Gateway (foto) é um aparelho para conectar até três celulares com o telefone de casa ou do escritório por Bluetooth.

Também é possível fazer o caminho inverso e receber as chamadas de celulares no telefone de casa. Para quem tem preguiça de buscar o celular no quarto, a praticidade de atender no telefone fixo é um prato cheio.

Outra vantagem é pagar pelo hardware e se livrar da taxa mensal do serviço. O preço sugerido é de US$ 169,99 (R$ 289,00).
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

Nesta semana, tenho recebido muitos e-mails me desejando Feliz Páscoa, aos quais agradeço de coração. A Páscoa, como todos sabem, é uma das maiores festas da cristandade, onde se comemora a ressurreição de Cristo.

Quando eu era menina, essas histórias soavam meio estranhas na minha cabeça pois a contabilidade não batia bem: se Jesus foi crucificado e morreu na sexta-feira, e ao terceiro dia ressurgiu dos mortos, como é que se comemora a ressurreição no domingo, apenas dois dias depois? Para a minha mente lógica de pequena pentelha de oito anos, algo estaria errado nessa conta, até que aprendi que nesses assuntos de religião a gente não questiona muito não, senão a freira vem e põe você de castigo. Aí, nada de ovos de chocolate.

Pois muito bem: se a festa é para comemorar a ressurreição de Cristo, mesmo considerando dois dias no lugar de três, o que isso tem a ver com ovos e coelhos? Só consegui entender isso depois de adulta, meu caro leitor, e compartilho aqui com você o que andei descobrindo.

É que a Páscoa é uma festa muito mais antiga do que Cristo, muito mais antiga do que a cristandade. Para os povos pagãos, que viveram alguns milhares de anos antes de Cristo, a Páscoa, celebrada no hemisfério norte no equinócio da Primavera - ou nas suas proximidades - celebrava as divindades ligadas à fertilidade do solo. Para estes povos, a fertilidade tinha uma grande importância porque a produção nos campos era a base da vida comunitária, que os permitia enfrentar os dias difíceis e estéreis do Inverno.

Na mitologia céltica e saxônica, por exemplo, celebrava-se nessa época a deusa Eostar, que presidia o nascimento da Primavera e o redespertar da vida na terra. Então ovos eram pintados e enterrados para que fossem encontrados depois pelas crianças, já que o ovo é sinal de uma nova vida que renasce. A lebre, que era o símbolo do renascimento e da ressurreição entre essas culturas, também era o animal sagrado dedicado a Eostar.

Quando a Igreja católica se estabeleceu como instituição, por volta do século III depois de Cristo, as festas pagãs foram cristianizadas, ou seja, sua estrutura e data foram mantidas e deslocou-se a reverência aos deuses pagãos para os fatos da vida de Cristo e dos santos. Isso aconteceu com o Natal, as festas juninas, e tantas outras. O Domingo de Páscoa ainda é determinado pelo calendário lunar, e é o primeiro domingo após a Lua Cheia que coincide ou vem em seguida ao Equinócio da Primavera. Nos países de língua inglesa a palavra Páscoa, em inglês, é Easter, palavra derivada de Eostar.

Então, estão explicados os ovos e os coelhos, e o sentimento de ressurreição, de renovação, que deve passar por todos nós nessa época, independente da religião que professemos. É bom para plantar, para mergulhar as sementes na terra, para visualizar as colheitas futuras que deverão surgir dos grãos plantados hoje.

Abençoada seja Eostar, esta deusa tão gentil, que recupera do frio solo do Inverno as coloridas flores da Primavera, prometendo os frutos dourados pelo sol do Verão.
por Clotilde Tavares
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,
terça-feira, 18 de março de 2008 às 6:18:00 PM | 0 comentários  
Postado por Fred Guilhon Marcadores:
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,












Você ainda duvida???
Postado por Fred Guilhon Marcadores: