segunda-feira, 10 de março de 2008

Michael Jackson passa por crise financeira


Os empresários britânicos Liam Collins e David Bone, fãs de Michael Jackson, vão fazer uma oferta de US$ 30 milhões pelo rancho Neverland, que poderá ser vendido em razão da crise financeira por que passa o cantor.

Ao jornal inglês "Daily Star", Bone disse que "quer ver Jackson em pé novamente". Ele e seu parceiro começaram a ganhar dinheiro dançando nas ruas de Londres e imitando os passos do artista norte-americano. Hoje atuam no ramo de imóveis.

Michael Jackson precisa pagar dívidas de US$ 25 milhões até o dia 19 de março. Um leilão poderá determinar a venda de Nerverland, situado em Los Olivos, na Califórnia, caso essa quantia não seja compensada.

O leilão incluiria a residência principal e todas as propriedades pessoais do cantor, os móveis, o parque infantil e as estátuas de Peter Pan.

Em 2006, as autoridades da Califórnia ordenaram o fechamento da propriedade e multaram o cantor por não pagar os salários de seus empregados nem manter em dia os seguros correspondentes.

O astro não vive em Neverland desde junho de 2005, quando foi absolvido das acusações de abuso sexual infantil.

Um comentário:

Anônimo disse...

poxa kih pena kih ele morreu



sintuu muitoo maikon

segunda-feira, 10 de março de 2008 às 8:07:00 PM |  

Os empresários britânicos Liam Collins e David Bone, fãs de Michael Jackson, vão fazer uma oferta de US$ 30 milhões pelo rancho Neverland, que poderá ser vendido em razão da crise financeira por que passa o cantor.

Ao jornal inglês "Daily Star", Bone disse que "quer ver Jackson em pé novamente". Ele e seu parceiro começaram a ganhar dinheiro dançando nas ruas de Londres e imitando os passos do artista norte-americano. Hoje atuam no ramo de imóveis.

Michael Jackson precisa pagar dívidas de US$ 25 milhões até o dia 19 de março. Um leilão poderá determinar a venda de Nerverland, situado em Los Olivos, na Califórnia, caso essa quantia não seja compensada.

O leilão incluiria a residência principal e todas as propriedades pessoais do cantor, os móveis, o parque infantil e as estátuas de Peter Pan.

Em 2006, as autoridades da Califórnia ordenaram o fechamento da propriedade e multaram o cantor por não pagar os salários de seus empregados nem manter em dia os seguros correspondentes.

O astro não vive em Neverland desde junho de 2005, quando foi absolvido das acusações de abuso sexual infantil.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

1 comentários:

Anônimo disse...

poxa kih pena kih ele morreu



sintuu muitoo maikon

27 de junho de 2009 22:06