quinta-feira, 13 de março de 2008

Australiano faz test-drive de 3.200 quilômetros com carro de loja


Um australiano foi preso depois de pegar um carro novo em uma loja e fazer um test-drive de 3.200 quilômetros. Ele ficou seis dias seguidos "experimentando" o carro.

O homem convenceu o vendedor da loja a emprestar para ele um Honda Accord – cujo preço era de US$ 37 mil dólares - na última sexta-feira (7). A loja fica em Melbourne, no sudeste da Austrália. Ele dirigiu o equivalente à distância entre São Paulo e Fortaleza, até ser preso perto da cidade de Tennant Creek, no norte do país.

"Ele dirigiu de Melbourne para Adelaide e depois para Alice Springs", disse o tenente de polícia Constable James Gray-Spense.

Segundo ele, o homem foi preso em uma blitz depois de dar um calote no posto de gasolina de um vilarejo próximo.

O test-drive foi o mais longo já visto pela polícia australiana. Bateu o recorde anterior, de 500 quilômetros, registrado no sul da Nova Zelândia em 2006.

O proprietário da loja de carros, Ian McKenzie, disse que o sujeito deve ter dirigido durante os dias inteiros para chegar até Tennant Creek. "Ele parecia um verdadeiro cavalheiro. Ficou parado no balcão bem em frente à câmera. Ele não temia ser fotografado ou filmado", disse McKenzie ao jornal "Herald Sun".

O motorista foi acusado de uso ilegal de veículo motorizado e posse ilegal de propriedade alheia.

Nenhum comentário:


Um australiano foi preso depois de pegar um carro novo em uma loja e fazer um test-drive de 3.200 quilômetros. Ele ficou seis dias seguidos "experimentando" o carro.

O homem convenceu o vendedor da loja a emprestar para ele um Honda Accord – cujo preço era de US$ 37 mil dólares - na última sexta-feira (7). A loja fica em Melbourne, no sudeste da Austrália. Ele dirigiu o equivalente à distância entre São Paulo e Fortaleza, até ser preso perto da cidade de Tennant Creek, no norte do país.

"Ele dirigiu de Melbourne para Adelaide e depois para Alice Springs", disse o tenente de polícia Constable James Gray-Spense.

Segundo ele, o homem foi preso em uma blitz depois de dar um calote no posto de gasolina de um vilarejo próximo.

O test-drive foi o mais longo já visto pela polícia australiana. Bateu o recorde anterior, de 500 quilômetros, registrado no sul da Nova Zelândia em 2006.

O proprietário da loja de carros, Ian McKenzie, disse que o sujeito deve ter dirigido durante os dias inteiros para chegar até Tennant Creek. "Ele parecia um verdadeiro cavalheiro. Ficou parado no balcão bem em frente à câmera. Ele não temia ser fotografado ou filmado", disse McKenzie ao jornal "Herald Sun".

O motorista foi acusado de uso ilegal de veículo motorizado e posse ilegal de propriedade alheia.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

0 comentários: