segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

CONTRASTE NA SEGURANÇA NO CEARÁ


Posto de Fiscalização Avançada, da CPRV, é feito com madeira fincadas e coberto por uma telha de amianto

Sobral. Está chamando atenção de quem trafega pela CE-178, na altura do Km 99, o contraste causado pelo luxo da Hilux que chegou à Sobral há cerca de 15 dias, e a estrutura física onde ficam os quatro policiais que trabalham no Posto de Fiscalização Avançada (PFA), da Companhia de Policiamento Rodoviário do Estado do Ceará (CPRV).

De um lado, portentosamente estacionado às margens da rodovia, a viatura SW4, da Toyota, avaliada em R$ 149 mil, equipada com minicomputador de bordo (GPS) e câmera de filmagem. Do outro, quatro linhas de madeira fincadas numa base de cimento, cobertas por uma telha de amianto, ajudada por uma lona surrada. Na estrutura imobiliária, um antigo carretel de madeira, quatro cadeiras de plástico e água numa garrafa de refrigerante de dois litros.

Mas, de acordo com o comandante da CPRV, Werisleik Pontes Matias, a dicotomia está com os dias contados. O tenente-coronel destacou que, até o final de janeiro, deste ano, serão construídas novas estruturas nos Postos Avançados, o que trará melhoria para as condições de trabalho dos policiais rodoviários estaduais.

“Existem situações precárias, sem instalações fixas adequadas mas, ainda esse mês, terá inicio a construção de novos postos. O projeto está lá, as plantas estão prontas. Vai mudar tudo, eles não ficarão mais às margens da CE, mas em canteiros centrais. Temos nove postos na mesma situação que o de Sobral, mas todos passarão por mudanças”, garantiu o comandante.

E destacou: “O que caracteriza um Posto Avançado é sua mobilidade. Eles não têm instalação fixa porque podem ser removidos para qualquer local. Não tem estrutura física porque são temporários”, disse o tenente, apesar de o Posto de Sobral estar no mesmo local há mais de três anos.

Novos equipamentos

Além da reestruturação nos Postos Avançados, o tenente-coronel Werisleik Matias adiantou que já estão licitados novos equipamentos e que, provavelmente, o Posto Avançado que atualmente se encontra em Sobral, pode ser transferido de lugar.

PREÇO

R$ 149 mil é o valor em que a viatura SW4, da Toyota, está avaliada. O veículo, o mesmo utilizado no Ronda do Quarteirão, está equipado com um computador de bordo (GPS) e uma câmera de filmagem.

DN

Nenhum comentário:

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008 às 5:44:00 PM |  

Posto de Fiscalização Avançada, da CPRV, é feito com madeira fincadas e coberto por uma telha de amianto

Sobral. Está chamando atenção de quem trafega pela CE-178, na altura do Km 99, o contraste causado pelo luxo da Hilux que chegou à Sobral há cerca de 15 dias, e a estrutura física onde ficam os quatro policiais que trabalham no Posto de Fiscalização Avançada (PFA), da Companhia de Policiamento Rodoviário do Estado do Ceará (CPRV).

De um lado, portentosamente estacionado às margens da rodovia, a viatura SW4, da Toyota, avaliada em R$ 149 mil, equipada com minicomputador de bordo (GPS) e câmera de filmagem. Do outro, quatro linhas de madeira fincadas numa base de cimento, cobertas por uma telha de amianto, ajudada por uma lona surrada. Na estrutura imobiliária, um antigo carretel de madeira, quatro cadeiras de plástico e água numa garrafa de refrigerante de dois litros.

Mas, de acordo com o comandante da CPRV, Werisleik Pontes Matias, a dicotomia está com os dias contados. O tenente-coronel destacou que, até o final de janeiro, deste ano, serão construídas novas estruturas nos Postos Avançados, o que trará melhoria para as condições de trabalho dos policiais rodoviários estaduais.

“Existem situações precárias, sem instalações fixas adequadas mas, ainda esse mês, terá inicio a construção de novos postos. O projeto está lá, as plantas estão prontas. Vai mudar tudo, eles não ficarão mais às margens da CE, mas em canteiros centrais. Temos nove postos na mesma situação que o de Sobral, mas todos passarão por mudanças”, garantiu o comandante.

E destacou: “O que caracteriza um Posto Avançado é sua mobilidade. Eles não têm instalação fixa porque podem ser removidos para qualquer local. Não tem estrutura física porque são temporários”, disse o tenente, apesar de o Posto de Sobral estar no mesmo local há mais de três anos.

Novos equipamentos

Além da reestruturação nos Postos Avançados, o tenente-coronel Werisleik Matias adiantou que já estão licitados novos equipamentos e que, provavelmente, o Posto Avançado que atualmente se encontra em Sobral, pode ser transferido de lugar.

PREÇO

R$ 149 mil é o valor em que a viatura SW4, da Toyota, está avaliada. O veículo, o mesmo utilizado no Ronda do Quarteirão, está equipado com um computador de bordo (GPS) e uma câmera de filmagem.

DN
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

0 comentários: