segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Gás natural mais caro a partir de hoje


A partir de hoje o gás natural veicular (GNV) está mais caro no Ceará. O preço do metro cúbico do combustível está custando R$ 1,56, correspondendo ao aumento de 6,12% sobre o valor (R$ 1,47) praticado até ontem na grande maioria dos postos cearenses. O reajuste, inferior ao índice anunciado anteriormente (7,77%) pela Companhia de Gás do Ceará (Cegás), é resultado de acordo entre os donos de postos de combustíveis do Estado, que decidiram abrir mão de R$ 0,03 da margem de lucro, para diminuir o valor do repasse na bomba ao consumidor final.

Com o reajuste, o preço do GNV nas distribuidoras para os postos deve ser elevado de R$ 1,12 para R$ 1,20, o equivalente a 7,14%, em média. De acordo com o presidente do Sindipostos, José Carlos de Oliveira, quem vai arcar com alguma perda no aumento do gás são os donos de postos. Segundo ele, as distribuidoras não concordaram em ceder nada.

O terceiro aumento do ano no preço do gás foi recebido com resistência por parte dos taxistas e de setores da indústria cearense. O Sindicato dos Taxistas e a Associação das Indústrias do Distrito Industrial (Aedi) planejam promover uma audiência pública na Assembléia Legislativa do Ceará, para rediscutir os últimos reajustes do combustível.

Fortaleza possui atualmente uma frota de 4.072 táxis, sendo 70% movidos a GNV. Com o volume representativo de usuários do combustível, os taxistas da Capital pretendem pressionar a Cegás contra o aumento. Segundo o presidente do Sinditáxi, Vicente de Oliveira, com a efetivação do reajuste, a saída para a categoria será fazer uma nova revisão da planilha de custos da bandeirada, que poderá subir de R$ 2,96 para R$ 3,50; transferindo o ônus do aumento do gás para o passageiro. Para a presidente da Aedi, Ana Lúcia Bastos, o aumento pode impulsionar à transferência de indústrias localizadas atualmente no Ceará para o Rio Grande do Norte, onde o combustível é mais barato.

Nenhum comentário:

segunda-feira, 1 de outubro de 2007 às 11:43:00 AM |  

A partir de hoje o gás natural veicular (GNV) está mais caro no Ceará. O preço do metro cúbico do combustível está custando R$ 1,56, correspondendo ao aumento de 6,12% sobre o valor (R$ 1,47) praticado até ontem na grande maioria dos postos cearenses. O reajuste, inferior ao índice anunciado anteriormente (7,77%) pela Companhia de Gás do Ceará (Cegás), é resultado de acordo entre os donos de postos de combustíveis do Estado, que decidiram abrir mão de R$ 0,03 da margem de lucro, para diminuir o valor do repasse na bomba ao consumidor final.

Com o reajuste, o preço do GNV nas distribuidoras para os postos deve ser elevado de R$ 1,12 para R$ 1,20, o equivalente a 7,14%, em média. De acordo com o presidente do Sindipostos, José Carlos de Oliveira, quem vai arcar com alguma perda no aumento do gás são os donos de postos. Segundo ele, as distribuidoras não concordaram em ceder nada.

O terceiro aumento do ano no preço do gás foi recebido com resistência por parte dos taxistas e de setores da indústria cearense. O Sindicato dos Taxistas e a Associação das Indústrias do Distrito Industrial (Aedi) planejam promover uma audiência pública na Assembléia Legislativa do Ceará, para rediscutir os últimos reajustes do combustível.

Fortaleza possui atualmente uma frota de 4.072 táxis, sendo 70% movidos a GNV. Com o volume representativo de usuários do combustível, os taxistas da Capital pretendem pressionar a Cegás contra o aumento. Segundo o presidente do Sinditáxi, Vicente de Oliveira, com a efetivação do reajuste, a saída para a categoria será fazer uma nova revisão da planilha de custos da bandeirada, que poderá subir de R$ 2,96 para R$ 3,50; transferindo o ônus do aumento do gás para o passageiro. Para a presidente da Aedi, Ana Lúcia Bastos, o aumento pode impulsionar à transferência de indústrias localizadas atualmente no Ceará para o Rio Grande do Norte, onde o combustível é mais barato.
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

0 comentários: