sábado, 17 de março de 2007

Mundo das marcas: Esso - We're Drivers Too


A história de uma das marcas mais fortes e conhecidas do mundo teve origem no ano de 1882 quando John D. Rockefeller fundou a Standard Oil Trust, uma empresa petrolífera, que o viria a transformá-lo em um dos homens mais influentes e ricos do século passado.

O nome Esso era a abreviação fonética escrita do nome da empresa Standard Oil (S.O.). Na virada do século a empresa era uma das maiores produtoras e distribuidoras de querosene, pegando carona no grande desenvolvimento dos Estados Unidos naquela época.

Em 1911 a empresa teve que ser dividida em 34 outras empresas por imposição da Suprema Corte americana, surgindo a Jersey Standard (predecessora da Exxon). Foi nesta mesma época que um novo combustível começava a substituir o querosene: era a gasolina.

Em 1929 a empresa passou a vender seus produtos na Europa sob o nome Esso. O rápido crescimento da empresa, dentro e fora dos Estados Unidos, e sua rede de produção e distribuição, só foram interrompidos pelas duas grandes guerras mundiais, onde muitas de suas instalações, principalmente na Europa, foram destruídas. O pós-guerra foi de vital importância para a empresa retomar o crescimento.

Com a reconstrução da Europa e a volta do crescimento e desenvolvimento nos Estados Unidos, a Jersey Standard, e a conseqüentemente a marca Esso, começaram a crescer novamente.

Nos anos 70 a Suprema Corte dos Estados Unidos impôs restrições à utilização dos nomes Esso e Standard Oil nos Estados Unidos.

Com a proibição a empresa adotou o nome EXXON Corporation para o grupo e suas principais marcas. No resto do mundo, suas afiliadas continuaram usando a marca Esso.

No ano de 1999 a EXXON se fundiu com a gigante Mobil formando a ExxonMobil.

* A marca de combustíveis, óleos e lubrificantes Esso são vendidos somente fora dos Estados Unidos, estando presente em quase 200 países ao redor do mundo.

* A empresa tem uma forte presença na Europa, concentrando suas forças na região chamada Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), onde mantém refinarias e outras instalações.

Nenhum comentário:


A história de uma das marcas mais fortes e conhecidas do mundo teve origem no ano de 1882 quando John D. Rockefeller fundou a Standard Oil Trust, uma empresa petrolífera, que o viria a transformá-lo em um dos homens mais influentes e ricos do século passado.

O nome Esso era a abreviação fonética escrita do nome da empresa Standard Oil (S.O.). Na virada do século a empresa era uma das maiores produtoras e distribuidoras de querosene, pegando carona no grande desenvolvimento dos Estados Unidos naquela época.

Em 1911 a empresa teve que ser dividida em 34 outras empresas por imposição da Suprema Corte americana, surgindo a Jersey Standard (predecessora da Exxon). Foi nesta mesma época que um novo combustível começava a substituir o querosene: era a gasolina.

Em 1929 a empresa passou a vender seus produtos na Europa sob o nome Esso. O rápido crescimento da empresa, dentro e fora dos Estados Unidos, e sua rede de produção e distribuição, só foram interrompidos pelas duas grandes guerras mundiais, onde muitas de suas instalações, principalmente na Europa, foram destruídas. O pós-guerra foi de vital importância para a empresa retomar o crescimento.

Com a reconstrução da Europa e a volta do crescimento e desenvolvimento nos Estados Unidos, a Jersey Standard, e a conseqüentemente a marca Esso, começaram a crescer novamente.

Nos anos 70 a Suprema Corte dos Estados Unidos impôs restrições à utilização dos nomes Esso e Standard Oil nos Estados Unidos.

Com a proibição a empresa adotou o nome EXXON Corporation para o grupo e suas principais marcas. No resto do mundo, suas afiliadas continuaram usando a marca Esso.

No ano de 1999 a EXXON se fundiu com a gigante Mobil formando a ExxonMobil.

* A marca de combustíveis, óleos e lubrificantes Esso são vendidos somente fora dos Estados Unidos, estando presente em quase 200 países ao redor do mundo.

* A empresa tem uma forte presença na Europa, concentrando suas forças na região chamada Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), onde mantém refinarias e outras instalações.

Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

0 comentários: