domingo, 4 de novembro de 2007

Professora americana que fugiu com aluno é detida no México


A polícia mexicana, em colaboração com o FBI, deteve uma professora americana do estado de Nebraska que fugiu com um aluno de 13 anos, informaram neste sábado (3) autoridades dos Estados Unidos.

Ambos foram encontrados em Mexicali, uma cidade no lado mexicano da fronteira, no estado da Baixa Califórnia, localizada a mais de 2.200 quilômetros da cidade de Lexington, de onde saíram.

A polícia mexicana entregou a professora, Kelsey Peterson, de 25 anos, para o FBI, enquanto o menor, Fernando Rodríguez, foi buscado por membros de sua família que viajaram ao México, informou o escritório da Promotoria em Lexington.

Peterson vai enfrentar acusações estatais de seqüestro, abuso e corrupção de menores, e uma outra federal por transportar um menor a outro país para ter relações sexuais.

A professora deu aulas de matemática a Rodríguez na escola secundária de Lexington, onde também era treinadora de basquete. Ambos desapareceram da cidade em 27 de outubro, e no dia 30 entraram no México pela fronteira de São Isidro, que separa San Diego de Tijuana, e fica perto de Mexicali.

Os sistemas de controle na fronteira fotografaram a placa do Pontiac branco de Peterson na passagem, assinalou a polícia.

Na semana passada, foram encontradas cartas de Peterson ao aluno no computador da professora na escola, nas quais lhe dizia que o queria, e também foram achadas mensagens do menor nos quais dizia sentir o mesmo por ela, diz o documento de acusação contra Peterson.

A escola a suspendeu do trabalho no dia 25 de outubro, após essas revelações.

Nenhum comentário:


A polícia mexicana, em colaboração com o FBI, deteve uma professora americana do estado de Nebraska que fugiu com um aluno de 13 anos, informaram neste sábado (3) autoridades dos Estados Unidos.

Ambos foram encontrados em Mexicali, uma cidade no lado mexicano da fronteira, no estado da Baixa Califórnia, localizada a mais de 2.200 quilômetros da cidade de Lexington, de onde saíram.

A polícia mexicana entregou a professora, Kelsey Peterson, de 25 anos, para o FBI, enquanto o menor, Fernando Rodríguez, foi buscado por membros de sua família que viajaram ao México, informou o escritório da Promotoria em Lexington.

Peterson vai enfrentar acusações estatais de seqüestro, abuso e corrupção de menores, e uma outra federal por transportar um menor a outro país para ter relações sexuais.

A professora deu aulas de matemática a Rodríguez na escola secundária de Lexington, onde também era treinadora de basquete. Ambos desapareceram da cidade em 27 de outubro, e no dia 30 entraram no México pela fronteira de São Isidro, que separa San Diego de Tijuana, e fica perto de Mexicali.

Os sistemas de controle na fronteira fotografaram a placa do Pontiac branco de Peterson na passagem, assinalou a polícia.

Na semana passada, foram encontradas cartas de Peterson ao aluno no computador da professora na escola, nas quais lhe dizia que o queria, e também foram achadas mensagens do menor nos quais dizia sentir o mesmo por ela, diz o documento de acusação contra Peterson.

A escola a suspendeu do trabalho no dia 25 de outubro, após essas revelações.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

0 comentários: