segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Burrinho cai em poço, é salvo por bombeiros e leva dura de dono


Um burrinho passou por apuros na cidade de Underwood, em Minnessota (EUA), na última quinta-feira (13). Se não bastasse ficar horas preso em um poço seco, ele ainda tomou uma dura de seu dono.

O animal afastou-se da fazenda em que vive e chegou bem até as placas que cobriam o poço. Mas a proteção quebrou e o bicho caiu, conforme contou o bombeiro-chefe de Underwood, Bruce Huseth.

Os bombeiros logo perceberam que o animal, que pertencia ao fazendeiro Warren Gundberg, não poderia ser simplesmente puxado para fora do poço em terreno que pertence a Bryan Nelson.

Então eles começaram a remover terra com um trator e desmantelaram o poço bloco por bloco. Depois que uma das paredes havia sido derrubada, os bombeiros colocaram uma cangalha em torno do animal e o guiaram para fora com o auxílio de uma corda.

“O que quer que seja necessário fazer”, disse Nelson, enquanto via seu poço ser destruído. “Eu amo animais e estou feliz que ele esteja bem”.

Gundberg, porém, deu um “sermão” no animal após seu salvamento: “Aposto que você vai pensar duas vezes antes de fazer isso de novo. Se você tivesse ficado em casa não teria se metido nessa confusão”.

Já o chefe dos bombeiros disse que já salvou vacas que caíram quando o gelo sob elas se partiu, mas era a primeira vez que salvava um burrinho.
g1

Nenhum comentário:


Um burrinho passou por apuros na cidade de Underwood, em Minnessota (EUA), na última quinta-feira (13). Se não bastasse ficar horas preso em um poço seco, ele ainda tomou uma dura de seu dono.

O animal afastou-se da fazenda em que vive e chegou bem até as placas que cobriam o poço. Mas a proteção quebrou e o bicho caiu, conforme contou o bombeiro-chefe de Underwood, Bruce Huseth.

Os bombeiros logo perceberam que o animal, que pertencia ao fazendeiro Warren Gundberg, não poderia ser simplesmente puxado para fora do poço em terreno que pertence a Bryan Nelson.

Então eles começaram a remover terra com um trator e desmantelaram o poço bloco por bloco. Depois que uma das paredes havia sido derrubada, os bombeiros colocaram uma cangalha em torno do animal e o guiaram para fora com o auxílio de uma corda.

“O que quer que seja necessário fazer”, disse Nelson, enquanto via seu poço ser destruído. “Eu amo animais e estou feliz que ele esteja bem”.

Gundberg, porém, deu um “sermão” no animal após seu salvamento: “Aposto que você vai pensar duas vezes antes de fazer isso de novo. Se você tivesse ficado em casa não teria se metido nessa confusão”.

Já o chefe dos bombeiros disse que já salvou vacas que caíram quando o gelo sob elas se partiu, mas era a primeira vez que salvava um burrinho.
g1
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

0 comentários: