segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Conexão via rede elétrica é opção no lar


Com o barateamento dos PCs, tanto desktops como notebooks, já é comum os usuários domésticos contarem com mais de um computador em casa. Essa tendência faz crescer a demanda por soluções simplificadas e acessíveis que permitam ao usuário criar uma rede doméstica para compartilhar dados e o acesso à internet entre seus PCs. Além do Wi-Fi, que possibilita distribuir a rede sem fio, uma outra opção que começa a chegar ao mercado também oferece praticidade para quem deseja acessar a rede de qualquer lugar da casa sem precisar estender fios de conexão de um cômodo para outro. A solução, ou melhor, a conexão chega ao PC através da rede elétrica já instalada nas residências.

A tecnologia para isso é a PLC (Power Line Communication), disponível no mercado na forma de adaptadores (‘‘bridges’’, ou ‘‘pontes’’) que são plugados na tomada de energia e aos quais podem ser conectados os computadores. Sua vantagem é que, como utiliza uma infra-estrutura já disponível, não necessita de obras no prédio para ser implantada. O TecnoGuia testou um dos primeiros dispositivos disponíveis no mercado local, o kit Duo-Pack PLC, que vem com dois adaptadores PLC, da marca Plug-Facil, à venda nas lojas iByte em Fortaleza.

A instalação dos dois adaptadores é fácil, um processo ‘‘plug-and-play’’ em que basta plugar o dispositivo na rede elétrica (de 110 a 220 V) e conectá-lo à placa de rede do PC. ‘‘As duas bridges estão em cross-over, o que dispensa a utilização de um switch para ligar micro a micro. Ou seja, basta ligar as duas às tomadas e às placas de rede dos micros e eles estarão se comunicando’’, explica o consultor de informática Marcos Monteiro.

Velocidades

Com a instalação fácil e a conexão estabelecida, um próximo passo nos testes foi comparar a velocidade da comunicação via PLC em relação às outras opções disponíveis. Enquanto a velocidade da rede cabeada convencional é de 100 Mbps (Megabits por segundo) e da rede sem fio Wi-Fi é de 54 Mbps, para os dispositivos PLC Plug-Facil ela é de 56Mbps. Um dos testes foi o chamado ‘‘ping’’, que envia um volume de dados para saber quanto tempo leva para chegar e ser respondido. Em um minuto, foram enviados 10.000 bytes. Na rede com fio, a resposta veio em 2 milissegundos. Na rede sem fio, a média foi de 7,30 ms. Na rede com PLC foi de 24 ms.

No teste de download, um arquivo ISO de 698 MB foi disponibilizado em um servidor. Na rede com fio, o arquivo era baixado a uma taxa de 9,70 MBps, contra 2,30 MBps na rede sem fio e 1,20 MBps na PLC. Já no teste com um medidor de conexão (disponível no site www.marcosmonteiro.com.br), a rede com fio chegou a 76 Mbps, enquanto que a sem fio ficou em 18 Mbps e a PLC ficou em 8 Mbps.

Avaliação

Como esperado, a conexão cabeada sempre apresenta velocidade e desempenho superior. A conexão PLC apresentou desempenho inferior à sem fio. Mas, segundo Marcos Monteiro, nessa comparação deve-se levar em conta a estrutura da residência onde a tecnologia é usada — neste caso, uma casa construída há cerca de 30 anos. Vale também salientar que, para uso doméstico, quando as aplicações se resumem à conexão com a internet, o desempenho da conexão PLC em relação às demais não vai fazer diferença. ‘‘Não há problemas quanto a compartilhar a internet, já que a banda que a tecnologia oferece está acima das bandas largas oferecidas pelos provedores de acesso que há no Brasil’’, garante o consultor.

Na avaliação do consultor, a rede com fio é mais interessante, mas os custos com obras e a pouca flexibilidade são muitas vezes desvantajosas. Por esta razão a rede sem fio ou a rede PLC acabam sendo uma alternativa bastante interessante. ‘‘Apesar dos testes demonstrarem uma melhor qualidade na rede sem fio, esta pode sofrer bastante variação dependendo do ambiente em que se está propondo implantá-la. Assim, em alguns casos a PLC é a melhor indicação e mais barata, mas cada caso deve ser muito bem analisado’’, aconselha.

Mais informações:
O kit Duo-Pack PLC 56 Mbps da Plug-Facil, com dois adaptadores, está à venda em Fortaleza nas lojas iByte (tel: 4011-5000). O preço do kit é R$ 389.
dn

Nenhum comentário:

segunda-feira, 17 de setembro de 2007 às 1:40:00 PM |  

Com o barateamento dos PCs, tanto desktops como notebooks, já é comum os usuários domésticos contarem com mais de um computador em casa. Essa tendência faz crescer a demanda por soluções simplificadas e acessíveis que permitam ao usuário criar uma rede doméstica para compartilhar dados e o acesso à internet entre seus PCs. Além do Wi-Fi, que possibilita distribuir a rede sem fio, uma outra opção que começa a chegar ao mercado também oferece praticidade para quem deseja acessar a rede de qualquer lugar da casa sem precisar estender fios de conexão de um cômodo para outro. A solução, ou melhor, a conexão chega ao PC através da rede elétrica já instalada nas residências.

A tecnologia para isso é a PLC (Power Line Communication), disponível no mercado na forma de adaptadores (‘‘bridges’’, ou ‘‘pontes’’) que são plugados na tomada de energia e aos quais podem ser conectados os computadores. Sua vantagem é que, como utiliza uma infra-estrutura já disponível, não necessita de obras no prédio para ser implantada. O TecnoGuia testou um dos primeiros dispositivos disponíveis no mercado local, o kit Duo-Pack PLC, que vem com dois adaptadores PLC, da marca Plug-Facil, à venda nas lojas iByte em Fortaleza.

A instalação dos dois adaptadores é fácil, um processo ‘‘plug-and-play’’ em que basta plugar o dispositivo na rede elétrica (de 110 a 220 V) e conectá-lo à placa de rede do PC. ‘‘As duas bridges estão em cross-over, o que dispensa a utilização de um switch para ligar micro a micro. Ou seja, basta ligar as duas às tomadas e às placas de rede dos micros e eles estarão se comunicando’’, explica o consultor de informática Marcos Monteiro.

Velocidades

Com a instalação fácil e a conexão estabelecida, um próximo passo nos testes foi comparar a velocidade da comunicação via PLC em relação às outras opções disponíveis. Enquanto a velocidade da rede cabeada convencional é de 100 Mbps (Megabits por segundo) e da rede sem fio Wi-Fi é de 54 Mbps, para os dispositivos PLC Plug-Facil ela é de 56Mbps. Um dos testes foi o chamado ‘‘ping’’, que envia um volume de dados para saber quanto tempo leva para chegar e ser respondido. Em um minuto, foram enviados 10.000 bytes. Na rede com fio, a resposta veio em 2 milissegundos. Na rede sem fio, a média foi de 7,30 ms. Na rede com PLC foi de 24 ms.

No teste de download, um arquivo ISO de 698 MB foi disponibilizado em um servidor. Na rede com fio, o arquivo era baixado a uma taxa de 9,70 MBps, contra 2,30 MBps na rede sem fio e 1,20 MBps na PLC. Já no teste com um medidor de conexão (disponível no site www.marcosmonteiro.com.br), a rede com fio chegou a 76 Mbps, enquanto que a sem fio ficou em 18 Mbps e a PLC ficou em 8 Mbps.

Avaliação

Como esperado, a conexão cabeada sempre apresenta velocidade e desempenho superior. A conexão PLC apresentou desempenho inferior à sem fio. Mas, segundo Marcos Monteiro, nessa comparação deve-se levar em conta a estrutura da residência onde a tecnologia é usada — neste caso, uma casa construída há cerca de 30 anos. Vale também salientar que, para uso doméstico, quando as aplicações se resumem à conexão com a internet, o desempenho da conexão PLC em relação às demais não vai fazer diferença. ‘‘Não há problemas quanto a compartilhar a internet, já que a banda que a tecnologia oferece está acima das bandas largas oferecidas pelos provedores de acesso que há no Brasil’’, garante o consultor.

Na avaliação do consultor, a rede com fio é mais interessante, mas os custos com obras e a pouca flexibilidade são muitas vezes desvantajosas. Por esta razão a rede sem fio ou a rede PLC acabam sendo uma alternativa bastante interessante. ‘‘Apesar dos testes demonstrarem uma melhor qualidade na rede sem fio, esta pode sofrer bastante variação dependendo do ambiente em que se está propondo implantá-la. Assim, em alguns casos a PLC é a melhor indicação e mais barata, mas cada caso deve ser muito bem analisado’’, aconselha.

Mais informações:
O kit Duo-Pack PLC 56 Mbps da Plug-Facil, com dois adaptadores, está à venda em Fortaleza nas lojas iByte (tel: 4011-5000). O preço do kit é R$ 389.
dn
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

0 comentários: