segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Karina Bacchi nua. Clique (AQUI) para ver as fotos

Clique no título para ver as fotos
.
Karina Bacchi começou sua carreira como modelo, aos 4 anos de idade e aos 14 se transferiu para São Paulo onde se projetou primeiramente como modelo fotográfica e posteriormente em desfiles, campanhas publicitárias em revistas e televisão. Além dos trabalhos publicitários e de moda, estudou teatro e dança e foi convidada em 2000 para fazer uma novela na Rede Record chamada Vidas Cruzadas.

Em 2001,fez uma participação especial na novela O Clone na Rede Globo. Também fez mesmo ano a novela Pícara Sonhadora, do SBT. Em 2002, nova participação especial na minissérie O Quinto dos Infernos. Em 2003, fez a novela Agora É que São Elas.

No ano seguinte fez Tina na novela Da Cor do Pecado, também da Rede Globo. Foi seu personagem mais conhecido do grande público.

Voltaria a Rede Record em 2006 para fazer a novela Cidadão Brasileiro.

Atualmente ela e Ticiane Pinheiro estão no reality show Simple Life - Mudando de Vida e na novela Caminhos do Coração, da Rede Record. Desde 1990 presta serviços para a ONG Florescer, que é presidida pela sua mãe. Karina também escreveu dois livros. Um para o público infantil chamado Feliska (2004) na qual ganhou em 2005 o Premio Quality Cultural (cujo arrecadação foi convertida para a ONG Florescer). O outro uma coletânea de anotações feitas em seu diário chamado Código K, lançado em 2005.

Participou também do quadro Dança dos Famosos do programa Domingão do Faustão na Rede Globo.

Dona de uma beleza considerada por muitos estonteante, Karina Bacchi ilustrou inúmeras capas de revistas como Galileu, Boa Forma, Nova, Vip, entre outras. Recusou propostas para posar nua para a Playboy por 12 anos, mas fez ensaios para vários sites, como o Paparazzo e o The Girl.

No entanto um fato foi determinante para que a modelo e atriz estampasse a capa da revista Playboy: No ano de 2006, a revista Caras ilustrou em sua capa um suposto namoro de Karina Bacchi com José Valien, conhecido como baixinho da Kaiser. Posteriormente a história foi tachada de marqueteira, já que os dois fizeram a propaganda da cerveja Kaiser. No ensaio, nova polêmica. Desta vez foi o fato dela usar um piercing genital, que mais tarde foi leiloado para arrecadar fundos para o ONG Florescer.

Ano passado terminou de gravar o filme Um Lobisomem na Amazônia.

Também possui um diário visual exibido no site You Tube.

Fez também participações especiais em outros programas, como Sandy e Júnior, A Turma do Didi e A Grande Famíla.

Nenhum comentário:

Clique no título para ver as fotos
.
Karina Bacchi começou sua carreira como modelo, aos 4 anos de idade e aos 14 se transferiu para São Paulo onde se projetou primeiramente como modelo fotográfica e posteriormente em desfiles, campanhas publicitárias em revistas e televisão. Além dos trabalhos publicitários e de moda, estudou teatro e dança e foi convidada em 2000 para fazer uma novela na Rede Record chamada Vidas Cruzadas.

Em 2001,fez uma participação especial na novela O Clone na Rede Globo. Também fez mesmo ano a novela Pícara Sonhadora, do SBT. Em 2002, nova participação especial na minissérie O Quinto dos Infernos. Em 2003, fez a novela Agora É que São Elas.

No ano seguinte fez Tina na novela Da Cor do Pecado, também da Rede Globo. Foi seu personagem mais conhecido do grande público.

Voltaria a Rede Record em 2006 para fazer a novela Cidadão Brasileiro.

Atualmente ela e Ticiane Pinheiro estão no reality show Simple Life - Mudando de Vida e na novela Caminhos do Coração, da Rede Record. Desde 1990 presta serviços para a ONG Florescer, que é presidida pela sua mãe. Karina também escreveu dois livros. Um para o público infantil chamado Feliska (2004) na qual ganhou em 2005 o Premio Quality Cultural (cujo arrecadação foi convertida para a ONG Florescer). O outro uma coletânea de anotações feitas em seu diário chamado Código K, lançado em 2005.

Participou também do quadro Dança dos Famosos do programa Domingão do Faustão na Rede Globo.

Dona de uma beleza considerada por muitos estonteante, Karina Bacchi ilustrou inúmeras capas de revistas como Galileu, Boa Forma, Nova, Vip, entre outras. Recusou propostas para posar nua para a Playboy por 12 anos, mas fez ensaios para vários sites, como o Paparazzo e o The Girl.

No entanto um fato foi determinante para que a modelo e atriz estampasse a capa da revista Playboy: No ano de 2006, a revista Caras ilustrou em sua capa um suposto namoro de Karina Bacchi com José Valien, conhecido como baixinho da Kaiser. Posteriormente a história foi tachada de marqueteira, já que os dois fizeram a propaganda da cerveja Kaiser. No ensaio, nova polêmica. Desta vez foi o fato dela usar um piercing genital, que mais tarde foi leiloado para arrecadar fundos para o ONG Florescer.

Ano passado terminou de gravar o filme Um Lobisomem na Amazônia.

Também possui um diário visual exibido no site You Tube.

Fez também participações especiais em outros programas, como Sandy e Júnior, A Turma do Didi e A Grande Famíla.
Postado por Fred Guilhon Marcadores: ,

0 comentários: