segunda-feira, 24 de setembro de 2007

CTM 2000 - Julyano Silveira vence quinta etapa


Uma corrida de tirar o fôlego. Esta é a melhor definição para a quinta etapa da CTM 2000 - Stock Nordeste -, disputada, ontem, à tarde, no Autódromo Internacional Virgílio Távora, circuito do Eusébio. Do primeiro ao último minuto de prova tivemos disputas, “pegas”, toques e batidas espetaculares, que garantiram adrenalina o tempo inteiro.

Após a quarta etapa, realizada no sábado passado, ser marcada por um acidente envolvendo três carros logo na primeira volta, a prova seguiu com bandeira amarela e depois vermelha, o que gerou frustração nos pilotos que não puderam brigar por posições. Mas a etapa de ontem, com 30 minutos, mostrou na pista que a CTM 2000 tem disputa de sobra para quem acelera de fato.

Briga pela ponta

Vencedor da quarta etapa, o piloto Geraldo Rola largou na pole da etapa de ontem, quinta deste ano, enquanto o seu principal adversário, Julyano Silveira, saiu na última posição devido a uma penalização no treino classificatório. Até os 16 minutos de prova, Geraldo se manteve na ponta, mas foi alcançado pelo potiguar Julyano, que vinha fazendo uma corrida de recuperação. Após disputa acirrada entre os dois, o potiguar assumiu a liderança.

“Tive problema de embreagem na metade da corrida e isso me impediu de brigar com Julyano de igual para igual”, comentou o cearense Geraldo Rola, que acabou vice-campeão da etapa de número cinco da CTM 2000. Com o resultado, Geraldo assumiu a segunda colocação na classificação geral, com 52 pontos em quatro etapas - ele não participou da etapa de abertuta, também realizada no circuito do Eusébio.

Outras disputas interessantes foram registradas no decorrer da prova, com destaque para a última volta, quando o carro que ia cruzar a linha de chegada em terceiro lugar, conduzido pelo piloto Adriano Rabelo, foi tocado pelo carro da André Pontes, que também lutava pela terceira posição no pódio. Os dois “bólidos”, a quase 180km p/hora, rodaram no início da reta, próximos de receber a bandeirada de chegada. O piloto pernambucano Walter Coelho, que vinha atrás de Rabelo e Pontes, não conseguiu desviar e acertou em cheio o carro de André. Nenhum deles conseguiu terminar a corrida. Melhor para Adriano Guimarães, da cidade de Caicó, que ganhou a terceira posição.

“Esta sim, foi uma corrida! Fiz todo o percurso sem me envolver em nenhum acidente, guiando com bastante cautela. Entrei na pista para ganhar. E apesar de ter largado em último, cumpri meu objetivo de conseguir a vitória. O meu carro estava firme e não posso deixar de agradecer aos mecânicos, que fizeram um bom trabalho”, declarou Julyano Silveira, o campeão da quinta etapa da CTM 2000 e assumiu a terceira posição na classificação geral, com 46 pontos obtidos. O piloto potiguar conseguiu três poles - na primeira, segunda e terceira etapas -, e venceu duas de cinco etapas já disputadas.
dn

Nenhum comentário:

segunda-feira, 24 de setembro de 2007 às 7:25:00 AM |  

Uma corrida de tirar o fôlego. Esta é a melhor definição para a quinta etapa da CTM 2000 - Stock Nordeste -, disputada, ontem, à tarde, no Autódromo Internacional Virgílio Távora, circuito do Eusébio. Do primeiro ao último minuto de prova tivemos disputas, “pegas”, toques e batidas espetaculares, que garantiram adrenalina o tempo inteiro.

Após a quarta etapa, realizada no sábado passado, ser marcada por um acidente envolvendo três carros logo na primeira volta, a prova seguiu com bandeira amarela e depois vermelha, o que gerou frustração nos pilotos que não puderam brigar por posições. Mas a etapa de ontem, com 30 minutos, mostrou na pista que a CTM 2000 tem disputa de sobra para quem acelera de fato.

Briga pela ponta

Vencedor da quarta etapa, o piloto Geraldo Rola largou na pole da etapa de ontem, quinta deste ano, enquanto o seu principal adversário, Julyano Silveira, saiu na última posição devido a uma penalização no treino classificatório. Até os 16 minutos de prova, Geraldo se manteve na ponta, mas foi alcançado pelo potiguar Julyano, que vinha fazendo uma corrida de recuperação. Após disputa acirrada entre os dois, o potiguar assumiu a liderança.

“Tive problema de embreagem na metade da corrida e isso me impediu de brigar com Julyano de igual para igual”, comentou o cearense Geraldo Rola, que acabou vice-campeão da etapa de número cinco da CTM 2000. Com o resultado, Geraldo assumiu a segunda colocação na classificação geral, com 52 pontos em quatro etapas - ele não participou da etapa de abertuta, também realizada no circuito do Eusébio.

Outras disputas interessantes foram registradas no decorrer da prova, com destaque para a última volta, quando o carro que ia cruzar a linha de chegada em terceiro lugar, conduzido pelo piloto Adriano Rabelo, foi tocado pelo carro da André Pontes, que também lutava pela terceira posição no pódio. Os dois “bólidos”, a quase 180km p/hora, rodaram no início da reta, próximos de receber a bandeirada de chegada. O piloto pernambucano Walter Coelho, que vinha atrás de Rabelo e Pontes, não conseguiu desviar e acertou em cheio o carro de André. Nenhum deles conseguiu terminar a corrida. Melhor para Adriano Guimarães, da cidade de Caicó, que ganhou a terceira posição.

“Esta sim, foi uma corrida! Fiz todo o percurso sem me envolver em nenhum acidente, guiando com bastante cautela. Entrei na pista para ganhar. E apesar de ter largado em último, cumpri meu objetivo de conseguir a vitória. O meu carro estava firme e não posso deixar de agradecer aos mecânicos, que fizeram um bom trabalho”, declarou Julyano Silveira, o campeão da quinta etapa da CTM 2000 e assumiu a terceira posição na classificação geral, com 46 pontos obtidos. O piloto potiguar conseguiu três poles - na primeira, segunda e terceira etapas -, e venceu duas de cinco etapas já disputadas.
dn
Postado por Fred Guilhon Marcadores:

0 comentários: